Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
22/08/16 às 19h16 - Atualizado em 30/10/18 às 15h15

Raiva humana tem 100% de letalidade

Secretaria de Saúde ressalta a importância de vacinar cães e gatos

BRASÍLIA (22/8/16) – A Secretaria de Saúde iniciou, nesta semana, a campanha de mobilização para vacinação contra a raiva em cães e gatos. Apesar de, no Distrito Federal, o único caso de raiva humana ter ocorrido em 1978, evitar que o vírus chegue aos animais e seja transmitido ao homem é de extrema importância.

Estima-se que, anualmente, a rede pública de saúde do DF atenda cerca de 15 mil pacientes vítimas de agressão de animais domésticos, como cães e gatos. A orientação do veterinário da Vigilância Ambiental, Laurício Medeiros, é que a pessoa mordida lave imediatamente o ferimento com água e sabão em barra, procure o centro de saúde mais próximo e comunique ao Disque Saúde (160).

No caso do animal com suspeita de raiva ou infectado, ele deverá ficar em observação por dez dias, em local seguro, recebendo água e comida normalmente. Durante este período, verificar se apresenta algum sinal suspeito de raiva (ver quadro).

Em seres humanos, o tempo entre a infecção e o aparecimento da doença varia entre 7 e 10 dias. Entre os sintomas, estão convulsão, febre baixa, perda de função muscular, excitabilidade, agitação e ansiedade.