Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
23/10/19 às 17h56 - Atualizado em 23/10/19 às 18h17

Região Leste discute Plano de Enfrentamento das Arboviroses

Análises do documento ocorrerão em todas as regiões de saúde até novembro

 

A Região de Saúde Leste recebeu, nesta quarta-feira (23), a segunda reunião da Sala Distrital Permanente de Coordenação e Controle das Ações de Prevenção e Enfrentamento às Doenças Transmitidas pelo Aedes. O objetivo do encontro, que acontecerá em todas as regiões, é apresentar e discutir o Plano de Enfrentamento das Arboviroses no Distrito Federal.

 

“Foi extremamente importante esse momento de alinhamento do Plano de Enfrentamento distrital com a regional. Validamos experiências positivas e aprimoramos outras com necessidade de melhora. O enfrentamento trata-se de algo intersetorial, e a participação das administrações regionais é extremamente importante e se dá de maneira alinhada com a superintendência”, destaca a superintendente da região, Raquel Bevilaqua.

 

As reuniões contam com a participação de representantes do GDF, como as secretarias de Governo e de Saúde, Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, entre outros. Na semana passada, a Região de Saúde Norte recebeu a reunião. Até final de novembro, todas as demais já terão recebido o encontro.

 

“A ideia principal é a apresentação e conversa com as equipes locais de como se implementarão as ações, conforme os níveis de ativação do plano. Queremos que todas as regiões administrativas e de saúde estejam preparadas para evitarmos o aumento de casos graves e óbitos por dengue, zika e chikungunya”, ressalta o diretor de Vigilância Epidemiológica, Cássio Peterka.

 

Na pauta, estão a apresentação dos níveis de ativação do Plano de Enfrentamento, discussão da situação epidemiológica e da capacidade de resposta e especificidades da região de saúde.

 

ORGANIZAÇÃO – A Sala Distrital é um espaço interinstitucional com representação de vários órgãos do governo do Distrito Federal para monitorar a situação entomo-epidemiológica da dengue e de outras arboviroses.

Alguns projetos são apoiados pela sala, como a “Escola sem Mosquito”, “Agentes Mobilizadores da Água”, “Cidades Limpas”, dentre outros.

 

 

Alline Martins, da Agência Saúde

Foto: Dislley Neves/Saúde-DF