Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
25/09/19 às 20h15 - Atualizado em 25/09/19 às 20h15

Representantes de El Salvador fazem visita técnica ao Hran

Objetivo é levar experiência do DF para a realidade salvadorenha

 

O Hospital Regional da Asa Norte (Hran) recebeu a visita técnica de representantes do governo salvadorenho, nesta quarta-feira (25). O encontro integra as ações do projeto de cooperação entre a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e a República de El Salvador, país localizado na América Central.

 

O acordo foi assinado em 29 de fevereiro de 2016 e visa a fortalecer a capacidade técnica das autoridades reguladoras de El Salvador por meio da transferência de conhecimentos tecnológicos e regulatórios em farmacovigilância, regulação de preços, uso racional de medicamentos, avaliação de tecnologia e apoio à estruturação de laboratório de análises fiscais.

 

O químico farmacêutico Francisco Bosco Antonio Cortez e a engenheira química Marilyn Olinda Idalia Deleon Castro conheceram a Unidade de Terapia Intensiva, Unidade de Queimados, Cirurgia Geral e o quinto andar do hospital, onde estão instaladas a Infectologia, Gastroenterologia, Nefrologia e Hemodiálise.

 

“O hospital tem uma estrutura muito bem organizada, procedimentos claros e definidos, além de apresentar um trabalho articulado entre todas as partes intervenientes, incluindo os familiares dos pacientes”, destacou Bosco.

Para Marilyn, o aspecto mais importante da visita foi perceber a sensibilidade humana dos profissionais com os pacientes. “E isso está acima de todas as suas atividades e procedimentos”, acrescentou.

 

Os dois profissionais vieram ao Distrito Federal com a demanda de conhecer um pouco mais da Rede Sentinela, da qual o Hran faz parte desde 2002. O objetivo é que eles vejam, in loco, a experiência de um hospital sentinela e de como ocorre todo o processo de gerenciamento de risco e de qualidade e segurança do paciente.

 

A Rede Sentinela funciona como um observatório para o gerenciamento de riscos à saúde, em atuação conjunta e efetiva com o Sistema Nacional de Vigilância Sanitária.

 

 

“É sempre importante receber visitas técnicas como esta, para que haja uma troca de experiências, no âmbito nacional e internacional”, concluiu o diretor do Hran, Sócrates Souza Ornelas.

 

Patrícia Kavamoto, da Agência Saúde
Fotos: Divulgação/Saúde-DF