Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
13/06/14 às 20h32 - Atualizado em 30/10/18 às 15h11

Sala de Monitoramento da SES/DF acompanha mais de 90% das regionais

Sistema controla desde dados de abastecimento até ocupação de leitos

 

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES/DF) conta com uma Sala de Monitoramento para acompanhar diversos dados das regionais. Atualmente, o sistema está integrado em mais de 90% da rede de Saúde.

Dentre as funções da Sala de Monitoramento, destacam-se o acompanhamento da ocupação dos hospitais, UPAs e emergências; do abastecimento de remédios na rede; da escala de trabalho dos médicos e até mesmo dos dados dos pacientes internados (nome, especialidade em que foi atendido, tempo internado).

O Subsecretário da Tecnologia da Informação da SES/DF (Sutis), José Carlos Esteves, explica a importância da atividade de monitoramento para a rede. “O sistema é atualizado de hora em hora e consegue nos manter informados de vários dados relevantes. Essa qualidade de informação é importante para a governança e gestão, e contribui para a logística da Saúde no DF.”

A Diretora de Urgências e Emergências da SES/DF (Diure), Marinice Cabral, enaltece a atualização constante da sala de monitoramento. “É importante que tenhamos uma comunicação integrada rápida e eficiente para que as regionais estejam em sincronia, e nós consigamos estar atualizados do que acontece na rede”, esclarece.

Marinice lembra, porém, que a função da sala não é intervir nas políticas dos hospitais. “Nós só atuamos em caso de emergências ou quando as regionais solicitam. Nos outros casos, os hospitais possuem seus próprios regulamentos”, ressalta.

Fan Fest

De acordo com a Polícia Militar do DF, 40 mil pessoas estiveram presentes na Fan Fest, que ocorreu no Taguaparque durante o jogo de abertura da Copa do Mundo. Dessas, 24 pessoas precisaram de atendimento no Posto Médico montado no local. Apenas três foram transferidos para o Hospital Regional de Taguatinga (HRT).

Marinice afirma que o evento ocorreu dentro do previsto. “Não tivemos muitos incidentes e eles foram solucionados no posto médico da festa. No resto do DF, os hospitais também estiveram mais vazios do que o normal, por conta do jogo do Brasil”, explica a diretora.

Em época de Copa do Mundo, a Sala de Monitoramento também acompanhará atividades próximas a eventos de massa, como jogos no Estádio Nacional de Brasília e a Fan Fests e os respectivos Postos Médicos disponíveis para atendimento imediato da população.

Paulo Cronemberger, da Agência Saúde DF