Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
19/11/13 às 13h47 - Atualizado em 30/10/18 às 15h09

Programas do governo federal ampliam atendimento em Samambaia

COMPARTILHAR

Com chegada dos profissionais Centro Saúde tem cobertura de 75% 

Depois do reforço de três médicos de programas do governo federal, o Centro de Saúde n° 3 de Samambaia conseguiu ampliar para 75% a cobertura de Estratégia em Saúde da Família (ESF) na área de abrangência da unidade, que corresponde a aproximadamente 28 mil moradores.

Para a diretora Regional de Atenção Primária à Saúde, Paula Garcia de Araújo, esse reforço trouxe, sobretudo, qualidade para a comunidade. “A vinda desses médicos não só aumentou o atendimento em números, mas em qualidade dos serviços para uma população que é mais vulnerável”, enfatiza.

A unidade recebeu, em setembro, dois profissionais brasileiros, ainda da primeira fase do Programa Mais Médicos do Ministério da Saúde, e, em fevereiro, um médico do Programa de Valorização do Profissional da Atenção Básica (Provab), o que possibilitou cobrir três equipes da ESF que estavam incompletas.

“A vinda desses três médicos representou uma ampliação equivalente a mais trinta por cento da cobertura atual. Com isso, é possível garantir hoje 75% de cobertura do território”, explica o gerente do centro de saúde, Marcos Antônio Trajano. As três equipes formadas com esses médicos possibilitaram a ampliação do atendimento para mais nove mil moradores da área.

Antes, o setor, denominado como Expansão de Samambaia, tinha apenas 45% de cobertura. Hoje são seis equipes completas, todas formadas por médico, enfermeiro, técnico de enfermagem, agentes comunitários de saúde e, dessas, três com dentistas. O gerente explicou ainda que a formação de mais duas equipes garantirão uma cobertura total na localidade.

O coordenador-geral de Saúde de Samambaia, Manoel Solange Fontes Teles, ressalta os resultados para a comunidade. “Houve a ampliação do atendimento e da qualidade dos serviços prestados para aquela comunidade e essa foi também uma determinação do governo. Além disso, aumentou o grau de satisfação daquela população, que é mais vulnerável e está em fase de estruturação”, relata.

Atualmente o atendimento das equipes ESF do centro de saúde abrange os moradores das quadras 427, 429, 431, 433, 629, 631, 633, 827, 829, 831, 833, 1029, 1031, 1033 e zona rural, sendo que a assistência nas quadras 1029, 1031 e 1033 é realizada pela atenção básica, o que, segundo o gerente, será futuramente substituída por duas equipes de ESF que são as que faltam para alcançar cem por cento de cobertura no local.

Por Iêda Oliveira, da Agência Saúde DF
Atendimento à Imprensa
(61)3348-2547/2539 e 9862-9226