Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
16/09/13 às 18h53 - Atualizado em 30/10/18 às 15h06

Saúde e Educação capacitam estudantes no combate à dengue

COMPARTILHAR

Alunos atuarão como agentes ambientais

As secretarias de Educação e de Saúde do DF realizaram, neste sábado (14), o curso de Agente de Mobilização Ambiental, a fim de capacitar alunos da rede pública de ensino, entre 18 e 29 anos, a atuarem no combate a Dengue nas escolas e nas comunidades onde vivem. Participaram do encontro 55 estudantes.

Eles ouviram explicações sobre a biologia dos vetores Aedes, principal vetor, origem do Aedes aegypti, distribuição geográfica, ciclo de vida do vetor, controle do vetor e tipos de criadouros. “Os estudantes serão disseminadores da mobilização”, explica o coordenador do Núcleo de Educação Ambiental da Secretaria de Educação, Henrique Rodrigues Torres.

Para ele, com a distribuição de 100 mil kits de formação para alunos do ensino fundamental nas escolas, a capacitação ambiental será ampliada. “Esse material vai auxiliar o conhecimento na prevenção à dengue e também conta com recursos pedagógicos para os estudantes expandirem, de forma didática, as informações para seus amigos, familiares e sua comunidade”, explica.

A distribuição dos kits faz parte do Plano Distrital de Comunicação e Manejo Ambiental. Eles serão entregues a alunos do ensino fundamental, entre oito e 11 anos, que estudam em escolas situadas em regiões com maior incidência de dengue. O material distribuído é composto por cartilha educativa, folder, adesivo, passatempo, imã de geladeira com foto quebra-cabeça e certificado.

Henrique adiantou que, após a capacitação, os estudantes vão visitar as escolas e repassar as informações sobre a doença e sua forma de prevenção e controle aos alunos do ensino fundamental, que podem ser futuros “agentes mirins”. “As secretarias de Educação e de Saúde já estão pensando nos próximos passos do projeto”, disse.

A ideia da SES é estimular esses “agentes da dengue”, juntamente com os agentes mirins, a propor ações preventivas em escolas de suas comunidades. As instituições de ensino cujos estudantes desenvolverem os melhores projetos serão premiadas com equipamentos eletrônicos doados pela Receita Federal.

Os estudantes selecionados como agentes de mobilização são alunos do ensino médio, da educação profissional, da Educação de Jovens e Adultos (EJA) da rede pública e do Centro de Educação Profissional de Planaltina.

O curso foi ministrado na Escola de Aperfeiçoamento dos Profissionais da Educação (EAPE), localizada na 907 sul, de 8h ao meio-dia.