Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
2/12/20 às 10h50 - Atualizado em 2/12/20 às 15h42

Saúde e Fecomércio pretendem criar campanhas de conscientização sobre a Covid-19

COMPARTILHAR

Objetivo é unir esforços para divulgar as medidas preventivas contra a doença

 

AGÊNCIA SAÚDE DF

 

Reunião entre gestores da Secretaria de Saúde e Fecomércio ocorreu nesta terça-feira (1º) – Foto: Breno Esaki/Agência Saúde DF

 

A Secretaria de Saúde e a Federação do Comércio do Distrito Federal (Fecomércio) pretendem unir esforços para promover campanhas que conscientizem a população a tomar os cuidados necessários no combate ao novo coronavírus. A parceria foi debatida, nesta terça-feira (1°), em uma reunião online realizada entre o secretário de Saúde, Osnei Okumoto, e representantes da Fecomércio e sindicatos do setor.

 

De acordo com Okumoto, o trabalho em conjunto entre a Secretaria de Saúde e o comércio é essencial para evitar a proliferação da Covid-19. Especialmente neste momento, em que a taxa de transmissão da doença aumentou de 1 para 1,3 em 30 regiões administrativas, o que indica a expansão da transmissão da Covid-19 no DF.

 

“A ideia é trabalhar em conjunto para divulgarmos as medidas que conscientizem a população em relação à transmissão do coronavírus. Ou seja, para que evitem aglomerações, utilizem máscaras e álcool em gel. Isso só pode acontecer por uma campanha de sensibilização da população”, destacou Okumoto.

 

Foto: Breno Esaki/Agência Saúde DF

 

Na avaliação do secretário, a parceria com a Fecomércio em outros momentos foi bem-vinda, inclusive durante a pandemia. Um exemplo recente dessa união de esforços foi quando a entidade doou 10 mil testes de detecção da Covid-19 à pasta. Eles serão usados no inquérito epidemiológico para avaliar a circulação do novo coronavírus nas regiões administrativas e preparar o DF caso ocorra uma segunda onda da doença.

 

Lockdown

 

O presidente da Fecomércio-DF, Francisco Maia, agradeceu pela oportunidade de debater a questão com o secretário e apoiou a criação de um projeto conjunto com a Secretaria de Saúde, que estimule a conscientização das pessoas e, com isso, seja evitado um lockdown no futuro.

 

“A Fecomércio representa 95% do PIB de Brasília, e temos que lutar pelos nossos empresários. Por isso vamos nos organizar internamente para essa parceria, e logo traremos o resultado das providências que iremos tomar”, informou Maia.

 

O secretário de Saúde ressaltou que caso os índices da doença cresçam no DF, as medidas de restrição vão aumentar conforme a transmissão do vírus, da quantidade de internações de pacientes acometidos e do número de óbitos. “Por isso uma campanha de sensibilização da população que inclua todos do comércio e nós da Secretaria de Saúde é muito importante para conter a transmissão do vírus”.

 

DF Legal

 

Umas das ponderações feitas pelo grupo de empresários para ajudar no combate a pandemia é que o DF Legal informe entidades, como o Fecomércio, sobre quais estabelecimentos estão infringindo as regras de prevenção à Covid-19, como impedir aglomerações ou evitar a entrada de usuários sem máscaras. Dessa forma, também poderão contribuir para reduzir os casos de infrações.

 

Para eles, a maioria dos comércios não pode ser prejudicada por uma minoria de estabelecimentos que descumprem as regras.