Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
25/01/14 às 22h39 - Atualizado em 30/10/18 às 15h10

Saúde integra força tarefa de segurança

COMPARTILHAR

Atendimento e controle de informações sobre possíveis vítimas de manifestações e eventos

Monitorar o atendimento a possíveis vítimas de manifestações e eventos no fim de semana, além de prestar assistência e informações aos órgãos da segurança pública sobre o estado clínico delas. Essas foram as atribuições da Secretaria de Saúde (SES-DF) na força tarefa coordenada pela Secretaria de Segurança Pública (SSP/DF) no auditório da Central Integrada de Atendimento e Despacho (Ciade), neste sábado (25).

Mesmo com dois grandes eventos na cidade neste sábado, o jogo de basquete entre Flamengo e Brasília, no Ginásio Nilson Nelson, ao meio-dia, com a presença de cerca de 10 mil pessoas, e a corrida de Reis, às 19h, que reuniu mais de 18 mil pessoas, segundo os organizadores, tudo correu sob clima de tranquilidade, conforme avaliação da coordenação da força tarefa.

A SES atuaria caso ocorresse algum incidente com vítimas. A partir de relação de pessoas que pudessem ser socorridas, tanto pelo Corpo de Bombeiros, quanto pelo SAMU, e a identificação da unidade hospitalar para a qual teriam sido levadas, a SES passaria a monitorar o atendimento alimentando os órgãos com informações sobre elas. Isso facilitaria, inclusive, a comunicação com familiares das possíveis vítimas.

A mobilização preventiva foi organizada para garantir segurança aos torcedores do jogo no ginásio; aos participantes da Corrida de Reis quanto das pessoas que acompanharam a corrida, em decorrência de rumores de prováveis manifestações no evento; além do anúncio nas redes sociais dos chamados “rolezinhos” em shoppings da cidade. A Corrida de Reis, que aconteceu na Esplanada dos Ministérios, contou, ainda, com esquema especial de segurança, com integração das quatro forças de Segurança – polícias Militar e Civil, Detran e Corpo de Bombeiros.