Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
7/11/13 às 15h04 - Atualizado em 30/10/18 às 15h09

Saúde investe em reformas de Postos de Saúde na área rural

COMPARTILHAR

As próximas reformas serão nos postos do Pipiripau e Santos Dumont

A Secretaria de Saúde do DF reformou dois postos de saúde rurais do São José e Rio Preto, o que beneficiou mais de quatro mil pessoas em Planaltina. A reinauguração aconteceu nos dias 16 de agosto e 20 de setembro, respectivamente.

A coordenadora geral de saúde de Planaltina, Mônica Rocha Rodrigues, informou que a proposta é melhorar a estrutura física para atender melhor a população. Segundo ela, as próximas reformas serão nos postos do Pipiripau e Santos Dumont.

Para a gerente do posto rural São José, Polyana Lima, as melhorias realizadas no posto vem otimizando os atendimentos realizados. “Temos mais espaço para receber os pacientes em um ambiente novo e organizado”, diz.

Segundo o secretário de saúde, Rafael Barbosa, essa ação continuada faz parte do esforço concentrado do Governo para recuperar toda a rede. “Temos dado atenção à saúde na área rural, com isso, iremos reformar outros postos de saúde para atender melhor a população”, informa.

Para a moradora do Núcleo Rural Rio Preto, Maria das dores Dantas, é uma grande conquista para a nossa comunidade. “O atendimento melhorou e o posto está bem melhor agora, e nossa comunidade merecia essa reforma, comemoramos muito”, disse.

Saúde da Família

A equipe do Programa de Saúde da Família presta assistência à população com consultas médicas e de enfermagem, pré-natal, puericultura, visita domiciliar, administração de medicamentos, curativos, vacina, atendimento a grupos de hipertensão e diabéticos.

Balanço

Nestes últimos dois anos e meio a SES/DF investiu mais de R$ 6 milhões em reformas de 30 centros de saúde (metade da rede), oito novas clínicas da família e quatro UPA’s.

A cobertura proporcionada pelo conjunto de unidades básicas de saúde já atinge 53,5% da população de todas as regiões administrativas do DF. Já a cobertura exclusiva das 230 equipes (já incluídas as formadas por médicos brasileiros e cubanos contratados pelo Programa Mais Médicos do Governo Federal) alcança 26,4%.

Tatiane Gomes