Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
9/01/14 às 17h39 - Atualizado em 30/10/18 às 15h10

Saúde na Escola beneficiou 1.500 alunos da rede pública em Planaltina

COMPARTILHAR

Equipe afere pressão e peso além de realizar exames de vista nos estudantes


No primeiro ano de funcionamento em Planaltina o Programa Saúde na Escola (PSE) alcançou oito estabelecimentos de ensino públicos, com atendimento a 1.500 alunos. Os estudantes são atendidos por uma equipe formada por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e agentes comunitários.

O Programa Saúde na Escola (PSE), lançado oficialmente no Distrito Federal em 2009, resulta da parceria dos Ministérios da Saúde e Educação, que foi instituída em 2007 pelo Decreto Presidencial nº 6.286, com finalidade de contribuir para a formação integral dos estudantes da rede pública de educação básica por meio de ações de prevenção, promoção e atenção à saúde.

Segundo determinação da Portaria 1.861-GM/MS no Art.2º, o Distrito Federal terá participação no PSE através de 26 escolas do programa Mais Educação e de 29 equipes da Estratégia Saúde da Família, na área de abrangência dessas escolas.

Antes de começar o trabalho nas escolas a equipe de saúde, juntamente com a escola, discute o planejamento quanto à execução das ações que são realizadas coletivamente de forma a atender às necessidades e demandas locais, mediante análises e avaliações construídas previamente.

Nas escolas, a equipe atende os alunos, mede a pressão, o peso, verifica a glicemia, realiza o teste de acuidade visual e também a triagem bucal. Os profissionais de saúde também informam e discutem com os estudantes as transformações na puberdade, a reprodução, fecundação, a menstruação, as doenças sexualmente transmissíveis, drogas e dengue, por meio de palestras e roda de conversa sobre os temas.

Segundo o coordenador do PSE de Planaltina, Frederico Ozanam, as crianças que forem diagnosticadas com algum problema serão encaminhadas para atendimento com especialistas. “Caso uma criança apresente problemas de obesidade, será encaminhada para uma nutricionista, apresentado problemas na visão, será encaminhada para o oftalmologista”, explica o coordenador.

“Este ano as equipes estão mais articuladas, conseguimos captar a peculiaridade das oitos equipes que atuam,. Em 2014 colheremos os frutos e quem ganha é a população. É um elo a mais que se forma com a escola e a comunidade”, comenta Frederico.

Concurso – O Ministério da Saúde está promovendo o Concurso de Experiências: O que você tem feito no PSE. Relatos por meio de exposição fotográfica e vídeos poderão ser enviados até o dia 24 de janeiro. Além do e-mail concursopse@saude.gov.br também é possível fazer as inscrições e enviar material para pse@saude.gov.br.

O concurso foi lançado para promover e valorizar os trabalhos realizados e saberes adquiridos com a experiência do PSE nos mais de 4.800 municípios que participam do programa. Dos trabalhos recebidos, até 160 serão escolhidos (100 de fotografias e 60 de vídeos), por uma comissão interministerial para serem expostos durante o evento, e 13 serão classificados.

Os ganhadores terão participação presencial na Tenda-Escola que o PSE terá na IV Mostra Nacional de Experiências em Atenção Básica/Saúde da Família, para mostrar o que tem sido feito e trocarem experiências com os demais participantes da mostra. O evento será realizado em março, em Brasília.

As 13 experiências selecionadas receberão passagens, hospedagem e participarão nos três dias da IV Mostra Nacional de Experiências em Atenção Básica/Saúde da Família em Brasília.

Por Tatiane Gomes, da Agência Saúde DF
Atendimento à imprensa:
(61)3348-2547/2539 e 9862-9226