Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
3/03/21 às 13h13 - Atualizado em 3/03/21 às 15h58

Saúde nomeia 15 médicos intensivistas para ampliar atendimento em UTIs

Profissionais têm até 30 dias para tomar posse e reforçar o atendimento na linha de frente da rede pública

 

JOHNNY BRAGA, DA AGÊNCIA SAÚDE-DF

 

A Secretaria de Saúde nomeou 15 médicos intensivistas para ampliar o atendimento nas unidades de terapia intensiva (UTIs). A convocação ocorre para preenchimento de vacâncias e num momento em que a pasta tem trabalhado no fortalecimento da rede pública para atender pacientes mais graves com Covid-19. No último final de semana, foram ativados 66 leitos com esse perfil no DF.

 

A demanda por UTIs aumentou nos últimos dias, bem como a taxa de transmissibilidade da doença, que chegou ao nível mais alto já registrado: 1,08. A Secretaria de Saúde continua trabalhando na mobilização de leitos de UTI e prevê, nos próximos dias, ampliar em mais 155 os leitos de terapia intensiva.

 

UTI Covid do HRSam (foto). No total, unidade possui três UTIs com um total de 27 leitos – Foto: Geovana Albuquerque/Agência Saúde-DF

O secretário de Saúde, Osnei Okumoto, disse que as nomeações ocorridas nesta quarta-feira (3) “são importantes nesse momento, em que a gente tem um número muito grande de pacientes vindo procurar a nossa rede de saúde, para que eles possam, então, ser atendidos”. Ele destacou também que essa é a orientação que tem recebido do governador Ibaneis Rocha no sentido de ampliar e melhorar, cada vez mais, o atendimento à população.

 

Os profissionais nomeados têm até 30 dias para se apresentar na Secretaria de Saúde com a documentação necessária para a posse. Essa foi a primeira nomeação de servidores concursados em 2021.

 

De acordo com subsecretária de Gestão de Pessoas da Secretaria de Saúde, Silene Almeida, “a convocação dos médicos intensivistas atende uma determinação do governador Ibaneis, do secretário Osnei e da secretária adjunta Beatris Gautério, na missão de ampliar ainda mais os leitos de UTI adulto em nossa rede para o enfrentamento da pandemia, já que vivemos um dos momentos mais críticos dessa crise na saúde pública mundial”.

 

Nomeações anteriores

 

Em 2019, a Secretaria de Saúde nomeou 376 servidores efetivos. Em 2020, foram 1.422: 1.022 médicos, 233 enfermeiros, 97 especialistas em saúde e 70 técnicos em saúde.

 

Também foram contratados profissionais temporários para reforçar o atendimento a pacientes com Covid-19. Ao todo, 4.213 foram convocados: 1.168 médicos, 1.130 técnicos em saúde, 1.096 agentes de Vigilância Ambiental e Comunitários em Saúde, 585 enfermeiros e 234 especialistas em saúde.

 

Silene Almeida informa que desde o início desta gestão, em 2019, o Governo do Distrito Federal trabalha no fortalecimento das equipes da pasta. “Nomeamos milhares de servidores em 2019 e 2020 para garantir uma melhor assistência à população e para incrementar as equipes que estão sobrecarregadas por causa da pandemia”, ressalta.

 

A gestora destaca as melhorias que a rede pública já recebeu com o reforço de pessoal nas unidades. “Houve ampliação de vários serviços de saúde na rede e a criação de novos como o ambulatório de endoscopia na Região Leste, a Radioterapia no HRT, dentre outros”, pontua.

 

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: