Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
2/04/20 às 18h16 - Atualizado em 2/04/20 às 18h51

Saúde orienta sobre como identificar profissionais na hora da vacina em domicílio

COMPARTILHAR

Relatos apontam que bandidos estariam se aproveitando da campanha de imunização para roubar residências

 

Durante a campanha de vacinação contra a gripe, pessoas acamadas ou institucionalizadas podem solicitar agendamento da imunização e receber a aplicação em casa. Porém, relato de moradores do Plano Piloto, que chegaram à vigilância epidemiológica, acendeu um alerta: bandidos estariam se passando por agentes para entrar nas casas com a desculpa da vacinação.

 

Diante disso, a Secretaria de Saúde ressalta quais quesitos os moradores precisam observar para evitarem se tornar vítimas. “Os agentes só vão mediante agendamento prévio, feito pelo disque-saúde, e todos os servidores da secretaria estão identificados com o crachá funcional”, frisa a chefe substituta do Núcleo de Vigilância Epidemiológica e Imunização da Região de Saúde Central, Mariana Dantas Brito.

 

As equipes também receberam a orientação de só chegarem à casa do paciente em carros oficiais da Secretaria de Saúde.

 

VACINAÇÃO -A Campanha Nacional de Vacinação contra o Influenza vai até 22 de maio. Ao todo, 128 salas de vacina estarão abertas neste período. A meta é vacinar cerca de 913 mil pessoas.

 

Alline Martins, da Agência Saúde 

Foto: Divulgação