Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
27/11/15 às 20h11 - Atualizado em 30/10/18 às 15h13

Dia mundial de luta contra a Aids

Ações serão realizadas ao longo da próxima semana

BRASÍLIA (28/11/2015) – Para comemorar o Dia Mundial de Luta contra a Aids, que acontece na terça-feira (1), o DF promoverá atividades ao longo da próxima semana. As ações fazem parte da parceria da Secretaria de Saúde; Secretaria do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos; Secretaria de Governo e Relações Institucionais e Secretaria de Educação, Esporte e Lazer.

Realização de teste rápido, ações de orientação, exposição fotográfica, oficinas temáticas, distribuição de preservativos e de material informativo são algumas das atividades que compõem a programação. A comemoração ao dia de luta contra a Aids contará ainda, com o apoio de diversas ONGs, Universidade de Brasília (UnB) e do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (Unaids).

De janeiro até o final de novembro deste ano surgiram 284 novos casos da doença no DF. Em 2014, foram 409 novas notificações. Aproximadamente 10 mil pessoas estão em tratamento no DF.

“A Aids é uma doença que representa um grande problema de saúde pública, em função do seu impacto na sociedade. Por isso, é de extrema importância que as pessoas se conscientizem sobreo uso do preservativo e busquem o diagnóstico precoce para iniciar o tratamento imediatamente”.

O teste rápido para detecção da Aids está disponível em todos os centros de saúde e no Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA). Como prevenção às doenças sexualmente transmissíveis, o método mais eficaz é o uso de preservativo, encontrado em todas as unidades de saúde do DF.

Confira aqui a programação.

A DOENÇA – A Aids é causada pelo Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV), que ataca as células de defesa do nosso corpo, fazendo com que o organismo fique mais vulnerável a diversas doenças, de um simples resfriado a infecções mais graves como tuberculose ou câncer. A doença pode ser transmitida pelo sexo sem camisinha; de mãe infectada para o filho durante a gestação, o parto ou a amamentação; uso da mesma seringa ou agulha contaminada por mais de uma pessoa; transfusão de sangue contaminado com o HIV ou instrumentos que furam ou cortam que não são esterilizados.

TRATAMENTO – O tratamento para pacientes com HIV/Aids no DF é realizado nos seguintes centros de referência: Ambulatório de Especialidades do Hospital Regional de Ceilândia; Centro de Saúde nº 01 de Planaltina; Centro de Saúde nº 01 de Sobradinho; Centro de saúde nº 02 do Guará; Centro de Saúde nº 05 do Gama; Centro de Saúde nº 11 da Asa Norte; no Serviço de Doenças Infecciosas e Parasitárias do Hospital Universitário de Brasília (HUB); Unidade Mista da Asa Sul (Hospital Dia); Unidade Mista Taguatinga; Ambulatório de HIV/Aids e HV no Hospital de Samambaia; Ambulatório de HIV/Aids e HV no Hospital do Paranoá.