Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
29/11/13 às 15h00 - Atualizado em 30/10/18 às 15h09

Saúde promove fim de semana de prevenção a Aids

COMPARTILHAR

Será realizado testagens no Taguaparque e orientação em Samambaia


A Secretaria de Saúde do Distrito Federal, por meio da Gerência de Doenças Sexualmente Transmissíveis (GEDST), está promovendo a Semana Distrital de Prevenção ao HIV/Aids. O evento começou na terça-feira (26) e vai até o dia 1º de dezembro.

O evento ocorre anualmente na última semana de novembro, em alusão ao Dia Mundial de Luta Contra a Aids, que este ano acontece no domingo, 1º de dezembro.

Neste fim de semana, que se encerra a Semana Distrital de Prevenção do HIV/Aids, será promovido dois dias de ações voltadas para a população. No próximo sábado (30), no Taguaparque em Taguatinga, será realizado testes de Aids e Sífilis.

No domingo, 1° de dezembro, no Dia Mundial de Combate a AIDS, em parceria com Secretaria de Esporte, será realizado a 4ª etapa do Circuito SEsp de Corrida de Rua para Samambaia. O circuito contemplará 1.000 e deverá escolher entre os percursos de 5Km ou 10Km.

A largada da corrida está marcada para às 9h em frente ao Centro Olímpico de Samambaia. A entrega dos kits será realizada no dia da corrida a partir das 7h. Os participantes terão direito a kit com camiseta, garrafinha d’água e medalha. Para a retirada, é necessário que o corredor doe 1kg de alimento não perecível.

De acordo com a subsecretária de Vigilância à Saúde da SES/DF, Marília Cunha, este ano as programações, sob a coordenação da GEDST, pelas Coordenações Regionais de Saúde, foram bem vastas. “A Secretaria está apoiando várias ações realizadas pelas ONGs que atuam na luta contra a Aids no DF”, afirma.

Números da Aids no DF

Hoje, Brasília ocupa o 25º lugar dentre as capitais brasileiras, com um coeficiente de incidência média de 18 casos por 100 mil habitantes. Desde a identificação do primeiro caso, em 1985, já foram notificados mais de 8 mil casos da doença, segundo dados da Secretaria de Saúde.

De acordo com o gerente da Gerência de Doenças Sexualmente Transmissíveis, Sérgio Dávila, a o uso desses medicamentos reduziu as taxas de óbitos no DF. “A sua utilização no tratamento oferecido pelos Serviços de Referência da secretaria reduziu a taxa de 11,6 mortes por 100 habitantes (em 1996) para 4,2 mortes por 100 mil habitantes em 2012”, informou.

Tratamentos oferecidos no DF

Os tratamentos disponíveis na rede pública de Saúde estão cada vez mais eficientes e garantindo qualidade de vida às pessoas que vivem com o vírus. A oferta de testagem, principalmente com a utilização dos testes rápidos, aumenta a capacidade de realizar diagnóstico precoce, o que traz menos prejuízo à saúde do portador da doença.

Sérgio Dávila destaca, ainda, que a Aids continua sendo uma doença grave e, portanto, devem ser mantidos e ampliados os esforços na redução de sua transmissão. “Para reduzir esses índices é preciso melhorar continuamente os serviços de saúde, o tratamento das outras doenças sexualmente transmissíveis e distribuir preservativos masculinos e femininos para adoção de práticas sexuais mais seguras”, finalizou.

Serviço:
Testagens rápidas no Taguaparque
Data: 30/11/13
Início das testagens: 8h
Local: Administração do Taguaparque (Taguatinga)
Testes oferecidos: Aids e Sífilis

Serviço:
Corrida Dia Mundial de Combate a AIDS
Data: 01/12/13
Concentração: 7h (entrega dos kits)
Hora da Largada: 9h (inscrições esgotadas)
Local: Em frente ao Centro Olímpico de Samambaia
Percurso: 5 km e 10 km

Por Frederico Prado e Jozeías Nunes, da Agência Saúde DF
Atendimento à Imprensa
(61) 3348-2547/2539 e 9862-9226