Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
2/07/20 às 16h33 - Atualizado em 2/07/20 às 16h48

Saúde recebe 300 mil testes para detectar coronavírus

Doação foi feita pela Receita Federal. Insumos vão ser distribuídos nas unidades básicas de saúde

 

JURANA LOPES, DA AGÊNCIA SAÚDE

 

A Secretaria de Saúde recebeu, nesta quinta-feira (2), 300 mil unidades de teste rápido para detecção da Covid-19. Os exames foram doados pela Receita Federal e reforçarão a testagem na unidades básicas de saúde. A Secretaria de Saúde lembra que o teste rápido é feito em pacientes que apresentam sintomas da doença causada pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2) do oitavo ao décimo quarto dia.

 

“Essa doação chega no momento certo para garantir a continuidade da testagem na população. Antes de serem repassados, todos os materiais recebidos pela Subsecretaria de Logística, seja de doação ou compra, passam pelo atesto da área técnica”, explica a subsecretária de Logística, Mariana Mendes Rodrigues.

 

Fotos: Geovana Albuquerque/Agência Saúde

 

Após o atesto para verificar a qualidade dos insumos, que no caso de testes para detecção de Covid-19 é analisado pelo Laboratório Central (Lacen-DF), se aprovados, serão encaminhados para todas as 172 UBSs ainda esta semana.

 

ATENÇÃO PRIMÁRIA – A Secretaria de Saúde ampliou a oferta de testes de Covid-19 e disponibilizou o exame para todas as unidades básicas do DF. A medida ocorreu com a desativação da testagem por drive-thru.

 

 

Quem tiver sinais da doença deve procurar a UBS mais próxima de casa, onde será avaliado, atendido e poderá fazer o teste mais indicado pelos profissionais de saúde, podendo ser o rápido ou RT-PCR. Esse tipo é realizado a partir da amostra colhida com o swab (um cotonete) da mucosa do fundo do nariz. Do terceiro dia com sintomas até o sétimo, é indicado fazer o teste do swab. A partir do oitavo dia, poderá ser feito o teste rápido, porque os anticorpos são mais detectáveis.