Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
26/01/21 às 15h00 - Atualizado em 9/02/21 às 8h57

Saúde retoma todos os tipos de cirurgias eletivas

COMPARTILHAR

Procedimentos poderão ser feitos nos hospitais a partir do dia 1º de fevereiro

 

JURANA LOPES, DA AGÊNCIA SAÚDE-DF

 

A partir da próxima segunda-feira (1°/2), estarão liberadas todas as cirurgias eletivas realizadas na rede pública de saúde. A decisão foi tomada na última segunda-feira (25) pela Secretaria de Saúde. Os procedimentos estavam suspensos desde 29 de junho, com exceção das cirurgias oncológicas, cardiovasculares, transplantes e judicializadas, além das das cirurgias de urgência.

 

Todas as cirurgias eletivas serão liberadas a partir do dia primeiro de fevereiro – Foto: Breno Esaki/Agência Saúde-DF

O secretário adjunto de Assistência à Saúde, Petrus Sanchez, explicou que, recentemente, “foram adquiridos insumos e medicamentos capazes de garantir um estoque mínimo suficiente para a realização de procedimentos cirúrgicos, que antes estavam suspensos”. Sanchez acrescentou que, com o abastecimento regularizado, “todas as cirurgias, de todas as especialidades, voltam à normalidade”.

 

Além do estoque mínimo de insumos e medicamentos para os procedimentos cirúrgicos também foram considerados pontos como a taxa de ocupação de leitos Covid-19 na rede pública do Distrito Federal, com suporte de ventilação mecânica, que na tarde desta terça-feira (26) estava em 58,89%, conforme atualização do site Info Saúde-DF. Além da criação do Plano de Contingência de Procedimentos Cirúrgicos.

 

De acordo com Sanchez, as Regiões de Saúde devem se organizar, montar mapas, solicitar os estoques necessários de insumos e medicamentos para a realização das cirurgias e repasse das ofertas de espera ao Complexo Regulador em Saúde do DF (CRDF), que fará a regulação médica com direcionamento desses pacientes às vagas ofertadas.

 

“No dia 1º de fevereiro já é a data para ocorrerem as cirurgias eletivas em todos os hospitais do Distrito Federal e não para começar a ser organizadas. Mapas cirúrgicos e reabastecimento de estoques devem ser realizados durante esta semana. Na segunda queremos voltar à normalidade em todas as especialidades”, salienta.

 

Vale ressaltar que o cenário atual está sendo monitorado sistematicamente para garantir que todas as medidas sejam adotadas sem prejudicar a assistência aos pacientes.