Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
10/12/20 às 10h07 - Atualizado em 10/12/20 às 15h43

Secretaria de Saúde muda a sede para o Setor de Rádio e TV Norte

COMPARTILHAR

Servidores da administração terão melhores condições de trabalho na nova estrutura

 

AGÊNCIA SAÚDE DF

 

Diante da precariedade da estrutura física do prédio ocupado pela Administração Central (ADMC) da Secretaria de Saúde do Distrito Federal, a sede da Pasta está mudando de endereço nesta semana. A ADMC agora vai funcionar no prédio PO 700, localizado no Setor de Rádio e TV Norte.

 

O processo de mudança está sendo realizado em etapas, com um cronograma específico a ser seguido por cada setor. Uma empresa contratada, pelo locatário sem custo ao erário, é responsável pelo transporte do mobiliário para o novo endereço. Os servidores precisarão levar somente seus bens pessoais. As mudanças vão acontecer em horários alternativos, de modo que não pare o serviço da Administração Central, evitando-se, dessa forma, prejuízo no atendimento às unidades de saúde, aos servidores e ao público em geral.

 

Foto: Geovana Albuquerque/Agência Saúde DF

A Secretaria de Saúde informa que, com a mudança, os servidores da ADMC trabalharão em um ambiente calmo, com condições adequadas de trabalho, além de maior acessibilidade aos serviços de transporte urbano, já que a nova sede da Pasta está localizada em uma área central, ao contrário da antiga, que funcionava em um local isolado e com poucas linhas de ônibus.

 

O prédio anterior, localizado no final da Asa Norte, com a estrutura totalmente precária e péssimas condições de trabalho aos servidores e visitantes, com mofo, infiltrações, banheiros entupidos, goteiras em diversas salas, elevador sem manutenção, aparelhos de ar-condicionado velhos ou estragados. Além disso, a rede de energia elétrica não suportava a demanda de aparelhos eletrônicos utilizados pelos servidores.

 

O secretário adjunto de Gestão, Bruno Tempesta, lembrou que o prédio que está sendo entregue está em condições insalubres. “Toda vez que chove, tem goteira em alguma sala, com queda de parte do teto em vários setores. Alagam-se a garagem e o acesso principal” afirma Tempesta. Ele acrescenta que “buscamos com a mudança condições melhores para os servidores trabalharem”.

 

Os servidores e visitantes ainda conviviam com problemas como infiltrações e rachaduras nas paredes; teto com telhas quebradas e sem condições de recuperação; instalações elétricas e hidráulicas precárias; banheiros danificados e pisos desgastados. Além disso, os espaços alagados sempre representam risco de focos de dengue.

 

A Secretaria de Saúde ressalta que, na antiga estrutura, não havia refeitório ou copa para os servidores, que na maioria das vezes comiam sentados na estação de trabalho.

 

Novo endereço

 

Com a mudança para o PO 700, os profissionais trabalharão com maior tranquilidade, que beneficiará a saúde mental e psicológica de todos. Além disso, a nova sede da Secretaria de Saúde disponibilizará salas de treinamento, reunião, biblioteca, laboratório de inovação e auditório, além de estacionamento privativo.

 

O novo prédio abrigará 1.324 servidores da Administração Central no primeiro e segundo andar. Serão disponibilizadas 200 vagas de garagem privativas no terceiro subsolo do edifício. “É um prédio considerado inteligente, com rede lógica, que vai trazer vantagens à administração, porque ofertará serviço de brigadas de incêndio, vigilância e manutenção das áreas comuns”, destacou Tempesta.

 

Negociação

 

A Secretaria de Saúde publicou, no Diário Oficial do DF do dia 24 de agosto de 2020, o aviso de Chamamento Público Para Locação de Imóvel Nº 01/2020. Ao mesmo tempo, criou uma comissão técnica para estudar as propostas que chegariam à pasta.

 

Seis empresas apresentaram propostas. Quatro foram descartadas por não atenderem às exigências do edital e duas passaram a ser avaliadas, levando-se em consideração quatro critérios essenciais: localização, espaço adequado para comportar o número de servidores, bem como proximidade ao transporte público e aos locais para alimentação dos servidores, conforme previsão no edital.

 

Segundo Bruno Tempesta, entre as duas propostas avaliadas foi escolhida a do Grupo Paulo Octávio por ser a mais vantajosa para a Secretaria de Saúde. “O valor do aluguel ficou em R$ 750 mil. Ele apresentou uma grande vantagem por estar abaixo da outra proposta, e um ganho em comparação a uma reforma do prédio anterior, que de toda sorte teria que ser desocupado para a realização desses serviços”, afirmou o secretário adjunto de Gestão.

 

Além disso, o PO 700 abriga a diretoria do Instituto de Gestão Estratégica de Saúde (Iges-DF) e unidades do Ministério da Saúde, o que facilita a comunicação entre as pastas.

 

Histórico

 

A Administração Central da Secretaria de Saúde instalou-se no prédio da Emater em 2009, depois que a Câmara Legislativa do Distrito Federal deixou o imóvel e se transferiu para sede própria perto da Praça do Buriti. A fim de ocupar parte do prédio, em 2010 a Emater e a SES assinaram um Termo de Cessão do Uso do Imóvel. O documento previa que a secretaria poderia usar o espaço até janeiro de 2013. O prazo nunca foi prorrogado, mas a secretaria permaneceu nele até este mês.