Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
25/04/18 às 9h46 - Atualizado em 30/10/18 às 15h19

Secretário de Saúde do DF reassume vice-presidência do Conass

COMPARTILHAR

Secretário de Saúde recebe certificado de posse. Foto: Mariana Raphael/Agência Saúde

 

 

O secretário de Saúde do Distrito Federal, Humberto Fonseca, tomou posse, na noite desta terça-feira (24), em um dos cinco cargos de vice-presidentes do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass). Esse é o seu segundo mandato à frente da função, representando a Região Centro-Oeste para a gestão 2018/2019.

 

Para Fonseca, a recondução à vice-presidência é uma missão honrosa. “Tenho muito orgulho de continuar nesse cargo e fazer parte de uma instituição tão importante como o Conass. O conselho é sempre ouvido, tem assento na Comissão Intergestores Tripartites e participa ativamente da construção de todas as políticas públicas de saúde nacionais e da defesa do Sistema Único de Saúde [SUS]”, disse.

 

O novo presidente do Conass, também empossado na ocasião, é o secretário de Saúde de Goiás, Leonardo Vilela. Eleito por unanimidade, ele tem vasta experiência na gestão e esteve à frente das pastas de Agricultura, Infraestrutura e Meio Ambiente. Segundo Vilela, uma das questões que será discutida ao longo da sua gestão é a judicialização na Saúde.

 

Além de Humberto Fonseca, foram eleitos vice-presidentes e os secretários Carlos Eduardo de Oliveira Lula (MA), Vitor Manoel Jesus Mateus (PA), Ricardo de Oliveira (ES) e Acélio Casagrande (SC).

 

Participaram do evento o ministro de Saúde, Gilberto Occhi, e o ex-governador de Goiás, Marconi Perillo, representando o atual chefe do Executivo no estado, José Eliton Júnior.

 

ENTIDADE – O Conass é uma entidade de direito privado, sem fins lucrativos, que se pauta pelos princípios que regem o direito público e que congrega os Secretários de Estado da Saúde e seus substitutos legais, enquanto gestores oficiais das Secretarias de Estado da Saúde (SES) dos estados e Distrito Federal.

 

A eleição é feita anualmente, sempre no mês de março. O presidente é eleito por todos os secretários de estado de saúde do país, enquanto os vice-presidentes são escolhidos pelos representantes dos estados de cada região.

 

Os mandados são coincidentes e de um ano, contados da data da posse, e passíveis de uma reeleição, pelo mesmo período.

 

HISTÓRICO – O conselho foi fundado em 3 de fevereiro de 1982 pelo ex-ministro da Saúde Adib Jatene, falecido em 2014. A entidade nasceu com o objetivo de fortalecer as secretarias estaduais de saúde, torná-las mais participantes na reconstrução do setor e representá-las politicamente.

 

Texto: Leandro Cipriano, da Agência Saúde