Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
18/02/13 às 19h29 - Atualizado em 30/10/18 às 14h57

Semana contra a dengue na Candangolândia

COMPARTILHAR

Ações até sábado, no centro de saúde 01

A Coordenação de Saúde da Candangolândia promove a partir desta terça-feira (19), até sábado (23), a 15 ª Semana de Prevenção e Controle da Dengue. O objetivo é aproveitar as atividades já desenvolvidas pelo Centro de Saúde 01, somando informações que possam se reverter na prevenção da doença.

Um estande foi montado na entrada do Centro de Saúde para distribuição de material informativo sobre a importância de se dedicar dez minutos da semana para eliminar a água parada. Segundo os técnicos da área, toda a residência deve ser vistoriada a cada semana a fim de que sejam detectados possíveis locais com água parada. É importante que esse trabalho seja feito a cada sete dias porque os ovos colocados pelo mosquito Aedes Aegypti levam de sete a dez dias para se transformar em mosquitos adultos, passando, assim, a ter condições de transmitir a dengue.

Quem passar pelo local vai receber um folheto produzido pela Secretaria de Saúde com uma lista de checagem das principais ações que devem ser adotadas dentro de casa. Assim, a pessoa pode marcar um X em cada uma das atividades realizadas para combater o mosquito da dengue e o dia em que isso foi feito, de forma que haja uma sequência regular dessas ações.

Tampar a caixa d’água, manter os tonéis com água fechados, colocar areia em cacos de vidro colocados sobre os muros, tampar os ralos e limpar as bandejas dos aparelhos de ar condicionado são algumas das orientações contidas no folheto.

As atividades educativas também serão direcionadas aos pacientes dos grupos de hipertensão, diabetes, pré-natal e crescimento e desenvolvimento por meio de palestras relâmpago.

A meta da semana de prevenção, de acordo com a gerente do Centro de Saúde 1, Débora Matos, é alertar a população, mantendo o foco do combate à dengue entre todos os moradores, de forma que a ações de prevenção não caiam no esquecimento.

Arielce Haine