Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
21/05/13 às 21h46 - Atualizado em 30/10/18 às 15h05

Informação ao Acompanhante do HRT realiza milésimo atendimento

COMPARTILHAR

Novo modelo de serviço tem zero por centro de reclamação

A Sala de Informação ao Acompanhante (SIA) do pronto-socorro do Hospital Regional de Taguatinga (HRT) realizou o milésimo atendimento, com zero por cento de reclamação na Ouvidoria, em pouco mais de um mês de funcionamento.

O serviço é destinado ao acolhimento humanizado e privativo do familiar que precisa receber o boletim médico do paciente internado na Ala Amarela.

Para o filho do paciente A. G., Renato Gonçalves, o serviço prestado pela SIA é fundamental para a privacidade do familiar. “Meu pai está internado no hospital desde a última quinta-feira (16), e todas as vezes que chegamos aqui somos recebidos com muita atenção e ainda podemos saber da saúde dele reservadamente. Muito bacana esse atendimento.”, destaca o morador de Vicente Pires.

Segundo o coordenador Geral de Saúde de Taguatinga, Otávio Augusto de Siqueira, a SIA é um exemplo de que a estrutura hospitalar pode se adaptar para amenizar o momento difícil do familiar. “Estamos realizando o milésimo atendimento de um modelo de trabalho que auxilia significativamente, na forma de como informamos ao acompanhante o estado de saúde do seu paciente.”, destaca o gestor.

Na SIA, além do boletim médico, o familiar é informado sobre qual médico que está acompanhando o caso clínico, medicação administrada e exames (previstos, realizados e seus resultados). Toda a evolução do quadro clínico do paciente é atualizada em tempo real pelo sistema TrakCare, antes de ser retransmitidas.

A sala funciona todos os dias da semana, das 15h às 16h, combinado com o horário de visitas. O atendimento é realizado por técnicos de enfermagem, devidamente capacitados pelo Núcleo de Enfermagem do HRT e acompanhados pela enfermeira do plantão.

Informações do Setor:
A Ala Amarela é destinada ao atendimento do paciente internado em estado semi-crítico e crítico, monitorado 24 horas. A unidade funciona no Pronto Socorro do HRT, onde por período de seis horas atuam profissionais de diferentes categorias: quatro técnicos de enfermagem, dois enfermeiros, um clínico médico e um cardiologista.

Claudete Nascimento