Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
29/11/12 às 19h28 - Atualizado em 30/10/18 às 14h57

SES participa do Comando de Saúde nas Rodovias

O Comando de Saúde nas Rodovias promoveu mais uma ação nessa quarta-feira (28) na BR 040 – no posto da Policia Rodoviária Federal, próximo a Santa Maria. Diversos e exames e avaliações foram oferecidas a motoristas que fazem transporte de carga. O objetivo era verificar doenças pré-existentes, uso de medicamentos impróprios, aferição de pressão arterial, glicemia, colesterol, triglicerídeos, acuidade visual e auditiva, força manual e grau de sonolência.

Quem apresentou alguma alteração recebeu orientação para buscar atendimento na rede publica de saúde.A ação faz parte da Campanha Nacional de DST/Aids/2012, com a proposta inédita de prevenção e testagem de sífilis, HIV e hepatites virais.  Além da testagem, a SES participou das atividades com servidores da Unidade de Ambulatório do Homem e uma equipe do Centro de Referência e Saúde do Trabalhador (Cerest) realizando orientações e fazendo os encaminhamentos necessários.

Até o meio dia mais de 100 pessoas já tinham sido atendidas.  Destas, 33 receberam encaminhamento para consulta médica no CS 03 de Sobradinho, onde funciona o Unidade de Ambulatório do Homem. Outros 28 foram orientados a procurar o Cerest. “O usuário com diagnóstico negativo, recebe informações importantes na prevenção das DSTs e a prática do sexo seguro” destaca a médica do Ambulatório Homem do Centro de Saúde 03 de Sobradinho, Maria AparecidaMurr.

Entre os motoristas avaliados estava Eliézio Rodrigues Castro, 48 anos. Morador de Sobradinho, ele chegou a pensar que a abordagem da PRF se tratava de uma blitz, mas gostou de saber que era uma ação de saúde. “Estou aproveitando para ver como está a minha saúde”, disse. Já o motorista de transporte escolar Lucival de Jesus Silva, 41 anos também aprovou a iniciativa. “Fiz todos os exames disponíveis”, afirmou.

A ação visa mobilizar o condutor com o ‘Fique Sabendo’ para ampliar o diagnóstico precoce dos agravos de doenças e ao mesmo tempo acolher as pessoas com diagnóstico positivo. “Desta forma conduzimos o paciente para o tratamento na rede, oferecendo acesso ao aconselhamento individual, informando do tratamento e acompanhamento, com foco na melhoria da qualidade de vida e na garantia dos direitos humanos à saúde”.

Além dos exames, também são passadas orientações médicas, odontológicas, psicológicas, farmacêuticas, nutricionais, primeiros socorros, noções de direção defensiva, prevenção a doenças venéreas e orientações jurídicas, dentre outras, que podem variar de acordo com as características de cada região.

O Cerest, o Ambulatório do Homem do Centro de Saúde 3 de Sobradinho, a Gerência de DST/Aids, o Centro de Testagem e Acolhimento (CTA),  apoiam a ação promovida pela Polícia Rodoviária Federal em parceria com o Sest/Senat. As campanhas educativas e preventivas são realizadas desde 2006, nas principais rodovias do país.

Celi Gomes