Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
11/03/21 às 19h15 - Atualizado em 12/03/21 às 10h46

Superintendente da Região Norte conta como concilia seu trabalho com a vida pessoal

Ela comanda uma das maiores regiões de Saúde do DF e divide seu tempo com os cuidados com o filho e com ela

 

JURANA LOPES, DA AGÊNCIA SAÚDE-DF

 

A Secretaria de Saúde divide o Distrito Federal em sete grandes regiões de saúde, cada uma gerida por uma superintendência. Hoje, a presença feminina lidera a gestão de quatro, das sete superintendências de saúde. Sabrina Gadelha é ginecologista, obstetra e mastologista e comanda a superintendência da Região de Saúde Norte, responsável pelas áreas de Planaltina e Sobradinho.

 

Sabrina considera ser um privilégio poder colocar o idealismo sobre o SUS em prática – Foto: Geovana Albuquerque/Agência Saúde-DF
A médica conta que sua rotina de trabalho é árdua, com muitos desafios diários. “Sou responsável por dois hospitais regionais, sendo eles os hospitais regionais de Planaltina e Sobradinho, além de 32 Unidades Básicas de Saúde em toda a região Norte, incluindo a zona rural”, relata.

 

A rotina diária é cansativa e consiste em reuniões locais na própria região de saúde, além de reuniões na sede da Secretaria de Saúde, articulações com os diretores quanto a fluxos locais e articulações com administrações locais, dentre outras atividades.

 

Para Sabrina, é um privilégio poder colocar o idealismo em prática. Ela informa que tem a vantagem de contar com uma equipe fiel, competente, que se une em prol de um mesmo objetivo: oferecer o seu melhor ao usuário do Sistema Único de Saúde (SUS).

 

“Por muitas vezes pensamos em desistir, pois as dificuldades são inúmeras. Porém, acredito que de grão em grão, de passo a passo, vamos em frente com fé, confiança, dando o nosso melhor e, assim, conseguimos avançar”, afirma.

 

Sabrina ainda concilia o excesso de trabalho e divide sua rotina com os cuidados com o filho de apenas 4 anos, atividade física pelos treinos na academia, além da vida social e amorosa. Segundo ela, o tempo é curto, mas o importante é saber aproveitá-lo com qualidade.

 

No mês da mulher, a superintendente deixa um conselho àquelas que são fortes por natureza, batalhadoras, destemidas e gentis ao mesmo tempo. Às que não precisam de salto alto para serem grandes. Que alcançam o que sonham com determinação, competência e elegância. Que são profissionais exemplares, gestoras, melhores mães, esposas, filhas e amigas.

 

“Olhem para dentro de si, vejam o quão forte vocês são, como profissional, mulher e ser humano. Vejam o tanto que se superaram para chegar aonde estão hoje, não em termos de cargo, mas sim de mundo. Vejam o quanto amadurecemos com as alegrias e dores e como nos transformamos nas verdadeiras Mulheres Maravilhas da vida real. O mundo exige que sejamos fortes”, frisa.

 

Região Norte

 

Sabrina conta com um time de mulheres que são seu braço direito na gestão e que comandam as diretorias dos hospitais regionais de Sobradinho (HRS), sob direção da médica Juliana Queiroz, e Planaltina (HRPL), pela médica Keila Blair. Além das diretorias de Atenção Primária, sob gestão da enfermeira Renata Mercês, de Atenção Secundária, comandada por Leide Albuquerque, e na diretoria administrativa da Região de Saúde Norte, que tem a técnica administrativa Kelly Lopes no comando.

 

A superintendente afirma que o destaque deste ano na Região de Saúde Norte serão as reformas da Radiologia do HRPL, local que não tem tomógrafo, e da estação de rede elétrica, pois ela não comporta mais a estrutura atual. Além da construção da UBS do Vale do Amanhecer, que será entregue ainda em 2021.

 

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: