Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
8/04/13 às 15h18 - Atualizado em 30/10/18 às 14h58

Terceira Carreta da Mulher é lançada em Ceilândia

COMPARTILHAR


Atendimento no Condomínio Sol Nascente até 3 de maio

A terceira Carreta da Mulher foi entregue oficialmente no sábado (6), pelo governo do Distrito Federal, em Ceilândia Norte. As primeiras beneficiadas pela unidade móvel são as mulheres do Condomínio Sol Nascente, que até do dia 3 de maio podem fazer exames preventivos do câncer de mama e de colo de útero e para o diagnóstico de outras doenças, perto de casa.

Para o governador Agnelo Queiroz, a implantação das unidades móveis de saúde da mulher mostrou-se uma estratégia de sucesso. “A carreta é muito eficiente e oferece um serviço mais barato”, disse, acrescentando que apenas uma unidade fez o mesmo número de exames realizados em 15 hospitais da rede pública no ano passado.

O secretário de Saúde, Rafael Barbosa, ressaltou que a política de implantação das unidades móveis está consolidada. Segundo ele, diversos estados e prefeituras estão copiando o modelo. “Foram mais de 37 mil exames tirados de dentro dos hospitais”, apontou.

Todos os dias são disponibilizados 150 exames – 50 mamografias, 50 ecografias e 50 preventivos de câncer de colo de útero (Papanicolau) a mulheres que vivem em locais de pouco acesso aos serviços de saúde. Taguatinga, Estrutural e Recanto das Emas serão as próximas localidades a receber a visita da carreta 3.

A Secretaria de Saúde conta com outras duas unidades móveis. A primeira foi lançada no dia 8 de março de 2012 e a segunda em 8 de março deste ano. Juntas, já realizaram mais de 37 mil exames. A carreta 1 atende as moradoras da Fercal, até o dia 12. Já a carreta 2 fica estacionada em Santa Maria, até o dia 26.

A subsecretária de Atenção Primária em Saúde da SES/DF, Rosalina Aratani Sudo, destaca que com a entrega dessa nova unidade a capacidade de oferta de exames para mulheres em Brasília será triplicada.

As carretas contam com equipes de profissionais formadas por médicos, enfermeiros e apoio de agentes comunitários de saúde da própria regional do local visitado. Cada unidade tem dois consultórios que realizam exames de citologia (Papanicolau), ecografia, e uma sala para exames de mamografias. Além disso, também, contam com apoio de profissionais prestadores de serviços.

 

Celi Gomes