Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
28/05/14 às 18h48 - Atualizado em 30/10/18 às 15h11

Na Saúde todos os dias são da Mulher

Ações voltadas ao público feminino afirmam o compromisso

Em 28 de maio comemora-se em todo o mundo o “Dia Internacional de Ação pela Saúde da Mulher”, mas para a Secretaria de Saúde (SES/DF) a atenção com o público feminino é diária. Ações como o programa da Carreta da Mulher, campanha de vacinação contra o HPV, acompanhamento clínico e reprodução humana, são voltadas exclusivamente para elas.

A saúde da mulher é uma das principais preocupações da SES/DF. Por isso, a data é mais um motivo para a Secretaria reafirmar o que vem fazendo nos últimos anos. Os 1.034 ginecologistas/obstetras dedicam-se aos atendimentos nas unidades básicas de saúde e nas 12 maternidades da rede, que contam com 536 leitos obstétricos e 375 no alojamento conjunto (mãe e bebê). São realizados por mês 3,3 mil partos.

Algumas mulheres têm uma gravidez mais complicada e precisam de um atendimento diferenciado. A primeira Unidade de Terapia Intensiva (UTI) materna da rede pública do Distrito Federal no Hospital Materno Infantil (HMIB) conta com 10 leitos exclusivos para gestantes e puérperas de alto risco. A criação dessa unidade também é mais uma “Ação pela Saúde da Mulher”.

Além dos cuidados com a maternidade, especialidades de ginecologia infanto-puberal e climatério também são contempladas. Meninas e mulheres são atendidas às terças e quartas-feiras, com agendamento prévio, no Hospital Regional da Asa Norte (HRAN). Mulheres entre 35 e 65 anos são acompanhadas nesse período de alterações metabólicas e endócrinas que culminam a menopausa. “É preciso um acompanhamento adequado nessa fase para que elas sejam avaliadas e saber se o problema poderá ser tratado com Terapia Hormonal ou não”, informou a ginecologista-obstetra do HRAN, Georgiana Pontes Paulo.

Reprodução Humana

Enquanto mulheres recebem todo cuidado durante e depois da gestação, outras amargam a angústia de não conseguirem engravidar. Mas essa parcela feminina também está assistida na saúde pública. O Serviço de Reprodução Humana (SRH) do Centro de Ensino e Pesquisa em Reprodução Assistida (CEPRA) do Hospital Materno Infantil de Brasília (HMIB) oferece procedimentos de reprodução humana.

A porta de entrada para iniciar o tratamento é a marcação de consulta com um ginecologista nos postos e centros de saúde. Depois a paciente recebe o encaminhamento para o ambulatório de infertilidade do SRH para o diagnóstico do Fator de Infertilidade do casal.

Carreta da Mulher

Para que todas essas ações da SES/DF funcionem efetivamente, o seu principal agente receptor deve estar bem e a Carreta da Mulher ajuda nessa missão. São quatro unidades itinerantes levando serviços de prevenção do câncer de colo de útero e de mama. Desde que foi lançada, em 2012, já realizou 55.007 mamografias, 57.731 ecografias e 46.376 exames de Papanicolau.

“É uma satisfação chegarmos a esse número de exames. Parabenizo, em especial, os enfermeiros da Atenção Primária das Regionais de Saúde pelo empenho na realização dos preventivos”, afirma a subsecretária de Atenção Primária à Saúde, Rosalina Sudo.

Vacina contra HPV

O vírus HPV é o principal causador do câncer do colo do útero, doença estritamente feminina. A SES/DF, além de investir nesse trabalho de prevenção e diagnóstico da doença com a Carreta da Mulher, também foi pioneira na campanha nacional de vacinação contra o Papiloma Vírus em meninas de nove e 13 anos.

Neste ano, a meta é imunizar 80% desse público-alvo, que no DF representa 64.882 meninas. “Já estamos na 2ª dose deste ano e já conseguimos bater nossa meta. Vacinamos, em média, 80,33% das meninas”, informou a diretora de Vigilância Epidemiológica, Lígia Paixão.

Saiba mais:

Onde encontrar uma Carreta da Mulher mais próxima de casa:

Carreta 1: Clínica da Família em Nova Colina – Sobradinho;
Período: 22/04 a 30/05

Carreta 2: Praça do Relógio;
Período: 26/05 a 06/06
Vicente Pires;
Período: 9/06 a 27/06

Carreta 3: Administração Regional da Estrutural;
Período: 19 a 30/05

Carreta 4: Centro de Saúde nº 4 em Ceilândia;
Período: 19/05 a 03/06

Taguatinga (GDF Junto de Você): ao lado do Fórum de Taguatinga
Período: 30 e 31/05 e 1º/06

*Link Reprodução Humana: http://www.saude.df.gov.br/programas/292-reproducao-humana.html

Por Luana Lemes, da Agência Saúde DF