Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
16/06/17 às 18h25 - Atualizado em 30/10/18 às 15h17

TRE cede dois prédios à Secretaria de Saúde

Imóveis ficam em São Sebastião e na Estrutural

BRASÍLIA (16/6/17) – O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Distrito Federal cedeu dois de seus prédios à Secretaria de Saúde, um em São Sebastião e outro na Estrutural, duas das áreas que apresentam maior vulnerabilidade entre as sete regionais da rede. Nos imóveis funcionarão unidades básicas de saúde, de forma a aumentar o quadro de locais de atendimento disponibilizados pela pasta.

Segundo o diretor Organizacional da Atenção Primária da Secretaria, Lucas Bahia, será feito um levantamento para determinar quantas equipes de Estratégia de Saúde da Família (ESF) podem ser instaladas nos locais e verificar a necessidade de manutenção predial. “Concluída essa etapa, saberemos se iremos realocar equipes de ESF que já atuem nas regiões ou se o melhor é trazer outras novas”, esclarece o gestor. Ele ressalta que cada prédio cedido tem estrutura para abrigar de três a cinco equipes, o que beneficiaria, aproximadamente, 18 mil pessoas.

Caso a pasta opte pela primeira hipótese, Lucas destaca que, tanto os servidores realocados quanto a população, terão vantagens. “Atualmente, trabalhamos com superlotação de equipes nas unidades físicas de São Sebastião e da Estrutural. Com a readequação, todos terão um ambiente mais harmonioso para exercer suas funções, além de melhores condições de trabalho”, diz o diretor. Para Lucas, nas duas formas, os usuários terão mais um ponto de atendimento próximo de suas residências.

Por último, Bahia explica que os prédios foram cedidos à pasta por tempo indeterminado e as manutenções prediais serão realizadas por meio de contratos já existentes. A previsão é que em 90 dias sejam finalizados todos os procedimentos, feita a alocação das equipes e iniciado os atendimentos aos usuários.

ENTENDA – O prédio de São Sebastião está situado na Quadra 101, Conjunto 2, Lote 1 – Residencial Oeste e o da Estrutural na Área Especial 19. A cessão dos imóveis foi possível graças ao trabalho de otimização realizado pela vice-presidência do TRE e pela corregedoria nas zonas eleitorais do DF.