Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
3/12/15 às 18h46 - Atualizado em 30/10/18 às 15h13

Unidades de Saúde de Samambaia receberão melhorias

Estão na lista a atenção básica, hospital e UPA

BRASÍLIA (3/12/15) – O Hospital Regional de Samambaia, o Centro de Saúde 2 e a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da região administrativa receberão uma série de reparos, incluindo melhorias de paisagismo nos ambientes. As ações foram elencadas após uma avaliação feita nesta quinta-feira (3) pelo secretário de Saúde, Fábio Gondim, acompanhado de subsecretários e do Grupo Multidisciplinar de Ações Estratégicas em Saúde (Gmaes).

“Temos questões para resolver como a manutenção de equipamentos, espaços e outros detalhes, mas nada muito grave. Conversamos com os pacientes e todos afirmaram que o atendimento é humanizado e disseram estar satisfeitos. Isso é um indicativo de que as coisas estão andando bem por aqui”, afirmou Gondim, ao caracterizar a regional como “bem administrada” por não apresentar grandes problemas, mas apenas alguns gargalos que existem em toda a rede.

A primeira parada da equipe foi no Centro de Saúde 2, local que dispõe de 12 consultórios e que possibilita aproximadamente 400 atendimentos diários. As mudanças começarão logo no vão de entrada, onde há espaços que deveriam existir jardins, mas possuem apenas a terra. “Aqui, poderemos colocar algumas palmeiras, colocar bancos e máquinas com senhas para que as pessoas não precisem esperar em pé até que seja feito o atendimento”, citou o secretário.

Outra intervenção para melhorar o paisagismo e o conforto dos pacientes é a instalação de um toldo na porta da sala de marcação de consultas, onde as pessoas aguardam do lado externo. Lá, a lixeira também será transferida para outro local mais afastado da porta, melhorando a passagem para os pacientes.

Na sala de vacina, os usuários já contam com um ambiente reformado recentemente. Foi colocado revestimento de azulejo e houve a troca das portas. Já na odontologia, onde trabalha uma equipe de cinco odontólogos, o secretário informou que dentro de 30 dias serão feitos reparos na parte elétrica para estabilizar a rede.

Também haverá a colocação de ar condicionado na farmácia, retirada de uma máquina inservível que está ocupando uma sala, além de remoção do arquivo físico de prontuários, o que ocorrerá a médio e longo prazo.

“Aqui, as seis equipes da Estratégia Saúde da Família atendem agenda aberta. Essas benfeitorias são muito importantes para melhorar e ampliar o atendimento”, destacou a gerente do centro, Gilsene Todesco.

EMERGÊNCIA – Referência em Samambaia nos casos de menor gravidade e com uma média elevada de cerca de 5 mil atendimentos mensais, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) também receberá reformas para se adequar aos padrões de UPAs construídas mais recentemente.

As intervenções serão verificadas por uma equipe de engenharia, mas incluem a mudança dos ambientes e estrutura. Além disso, na parte dos equipamentos, será verificada a interligação do sistema de informática com o aparelho de classificação de risco Trius. Assim, as informações dos sinais vitais aferidos no equipamento serão automaticamente transferidas para o sistema.

Por fim, a terceira e última visita ocorreu no hospital regional, onde são atendidas no pronto-socorro cerca de 900 pessoas diariamente, conforme informado pelo diretor administrativo, Severino Dantas. A unidade, que também faz aproximadamente 28 vasectomias mensalmente e cerca de 450 partos, possui 144 leitos e atende no ambulatório as especialidades dermatologia, cardiologia, cirurgia geral, mastologia, gineco e obstetrícia. Lá, será necessário reforçar o quadro de profissionais, conforme determinado por Gondim.

No corredor, a paciente Anicley Costa, 36 anos, que deu à luz a Maria Isabela, elogiou o serviço. “Meu parto foi normal e o atendimento muito bom. Não tenho nada para reclamar e logo estarei indo para casa”, disse a mãe.

Galeria de fotos