Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
4/06/13 às 18h00 - Atualizado em 30/10/18 às 15h06

UPA do Recanto das Emas recebe elogios de professor dos EUA

COMPARTILHAR

Alunos de universidade americana avaliam pronto atendimento

Foto: Renato Araújo

O gerenciamento da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Recanto das Emas foi elogiado pelo representante da University of Southern California -USC Marshall School of Business (EUA), professor Sriram Dasu, na manhã desta terça-feira (4), durante reunião científica no auditório da Clínica da Família.

O objetivo foi analisar o resultado de um trabalho iniciado há um ano, a partir de uma parceria entre a Escola Superior de Medicina da Secretaria de Saúde do DF (ESCS) e a University of Southern California, que permite a vinda de alunos da universidade dos EUA para Brasília, a fim de levantar e apontar soluções para problemas encontrados no dia a dia de um serviço de pronto atendimento.

O encontro, organizado pela gerente da UPA, Cristhiane de Aguiar, reuniu representantes e servidores da área da Saúde, o coordenador de Saúde do Recanto das Emas, Fábio Sabino, o chefe da coordenação de pesquisa científica da Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde – Fepecs/SES/DF – Karlo Quadros e o promotor de justiça do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios, Jairo Bisol.

O cenário escolhido para a pesquisa foi a UPA/Recanto, visitada pelo professor Dasu e sua equipe de alunos durante um prazo de seis dias, em março. Para ele, a estratégia de comunicação adotada pela unidade é inovadora e merece destaque, principalmente no que diz respeito ao uso de rede social (Facebook) para interação com os pacientes e caixa de sugestões que garantem ao usuário um retorno telefônico por parte da gerência com possibilidade de atendimento à sua reivindicação.

Outras ações adotadas na UPA/Recanto consideradas como diferenciais são a utilização de jornal mural, caixa de sugestão exclusiva para servidores, cartilha contendo todas as informações necessárias ao andamento dos serviços para os servidores, divulgação de noticias no site da Secretaria de Saúde e sinalização adequada dentro da unidade.

Durante a pesquisa, concluída pelos alunos na Universidade, ficou evidente que o ponto de estrangulamento do atendimento ocorre em certas horas do dia e que isso pode ser trabalhado com um direcionamento do fluxo. Pela pesquisa, há momentos em que o atendimento demora devido ao grande número de pacientes mas que logo depois esses mesmos profissionais trabalham com uma agenda mais livre.

Essas e outras questões apontadas pela pesquisa serão tema de análise da Coordenação Geral do Recanto e da Gerência da UPA, a fim de que sejam definidos mecanismos de trabalho e soluções que se revertam na diminuição do tempo de atendimento.

“Percebemos que mais do que nunca é importante ouvir o que o nosso usuário deseja e partir para ações que caminhem na mesma direção deste anseio, pois assim estaremos cada vez mais próximos do padrão que desejamos alcançar, que é o de excelência nos serviços”, aponta a gerente Cristhiane.

Arielce Haine