Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
23/02/21 às 11h05 - Atualizado em 23/02/21 às 11h07

Vacina meningocócica ACWY está disponível para adolescentes de 11 e 12 anos

Dose de reforço previne contra quatro sorogrupos da meningite

 

JURANA LOPES, DA AGÊNCIA SAÚDE-DF

 

Muita gente desconhece, mas desde março de 2020 o Ministério da Saúde incorporou ao Calendário Nacional de Vacinação a vacina meningocócica ACWY. Ela está disponível em todas as salas de vacina para adolescentes de 11 e 12 anos de idade.

 

Foto: Geovana Albuquerque/Agência Saúde DF

“Devem receber uma dose todos adolescentes de 11 e 12 anos de idade como reforço ou como dose única, a depender da situação vacinal encontrada. Mesmo que o adolescente tenha recebido a vacina meningocócica C, ele deverá receber a meningocócica ACWY, com intervalo mínimo de 30 dias entre a doses”, explica a enfermeira da área técnica de imunização da Secretaria de Saúde, Fernanda Ledes.

 

A vacina contra meningite disponível para adolescentes previne contra 4 sorogrupos da doença (A, C, W e Y). Entre os sorogrupos com importância epidemiológica na distribuição da doença meningocócica, destacam-se seis: A, B, C, Y, X e W.

 

De acordo com Fernanda, a ocorrência de cada sorogrupo da doença meningocócica varia conforme o país ou região no mundo. Por isso, é importante manter a situação vacinal atualizada.

 

Foto: Geovana Albuquerque/Agência Saúde DF

“Apesar da nova dose disponibilizada para adolescentes, a vacina meningocócica C continua disponível na rotina do Calendário Nacional de Vacinação para as crianças com menos de 5 anos de idade, sendo feita aos 3 e 5 meses de idade, com um reforço aos 12 meses”, informa.

 

A doença

 

Meningite é o nome dado às infecções que atingem as membranas que revestem o cérebro e a medula espinhal, chamadas de meninges. É causada por diversos agentes infecciosos, como bactérias, fungos, vírus e alguns parasitas. Seja qual for o causador, todas as meningites são de notificação compulsória. Além disso, a doença é considerada endêmica, ou seja, os casos ocorrem durante todo o ano.

 

A Neisseria meningitidis (meningococo) é uma das principais bactérias causadoras de meningite. Os indivíduos podem variar do quadro de portadores assintomáticos da bactéria ao desenvolvimento da doença meningocócica, podendo essa levar a óbito.

 

 

Segundo Fernanda Ledes, devido à sua gravidade, evolução rápida e potencial de causar epidemias, a doença meningocócica é tida como um problema de saúde pública, sendo uma importante causa de morbimortalidade no mundo, em especial nas crianças menores de cinco anos de idade. Em situações de surtos observa-se uma importante distribuição da meningite entre os adolescentes e adultos jovens.

 

Prevenção

 

A melhor forma de se prevenir contra a meningite é mantendo a caderneta de vacina em dia. Além da vacina meningocócica ACWY, há mais cinco delas que protegem contra diversos tipos de meningites. São elas: vacina meningocócica C conjugada; vacina pneumocócica conjugada 10 valente; vacina pentavalente; vacina BCG e; vacina tríplice viral.