Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
9/08/13 às 21h49 - Atualizado em 30/10/18 às 15h06

Hospital de Base realiza 672 identificações em pacientes

COMPARTILHAR

Pacientes recebem pulseiras rosa e branca

Um total de 672 pacientes receberam pulseiras no Hospital de Base do Distrito Federal (HBDF), desde quinta-feira (08), quando começou a funcionar o novo sistema de identificação.

A equipe de enfermeiros e técnicos de enfermagem se empenho para colocar as novas pulseiras em todos os pacientes internados na emergência, Unidade de Terapia Intensiva e enfermarias do hospital.

“Esse novo processo de identificação aumenta cada vez mais a qualidade do serviços de saúde. A monitorização garante que esse novo processo esteja em conformidade com as metas internacionais estabelecidas” , destaca Mônica Campos, administradora e integrante do Escritório de Qualidade e Segurança do Hospital de Base, criado para implementar as seis metas internacionais estabelecidas pelos sistema de saúde vigente. As pulseiras fazem parte de uma dessas metas.

A medida foi muito bem recebida pelos pacientes como Vanilda da Costa, 44 anos, que acredita ser um diferencial o fato de já entrar no hospital, “ seja para fazer um exame ou ser internada na enfermaria”, com os dados escritos na pulseira colocada no braço.

A mesma opinião tem o paciente Valtemiro do Nascimento, 74 anos, que está internado na enfermaria, e como usuário vulnerável acredita que haverá mais cuidado com a segurança e a locomoção de pessoas da idade dele.

Todas as pulseiras, nas cores branca e rosa, terão os mesmos dados: nome, data de nascimento e local de internação, ficando a diferença para a cor, branca, que será usada nos pacientes com boa locomoção e as rosas para usuários vulneráveis, com risco de queda.

 

Alessandra Franco