Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
22/02/13 às 19h44 - Atualizado em 30/10/18 às 14h58

Ações de prevenção à violência na UPA do Núcleo Bandeirante

COMPARTILHAR

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Núcleo Bandeirante recebeu na tarde desta sexta-feira (22) a visita de representantes de diversas instituições da cidade, com vistas a formar uma rede de atendimento a pessoas vítimas de violência. Durante a visita foram analisadas estratégias  de encaminhamento de pacientes  ao Fórum do Núcleo Bandeirante, que funciona como um dos principais articuladores da rede.

 

A visita contou com as presenças de representantes da polícia civil e militar, corpo de bombeiros, coordenação geral de saúde e da UPA, além do próprio fórum e outras instituições com ações voltadas para a questão.

 

Segundo a chefe da unidade de enfermagem da UPA, Maura Lúcia dos Anjos, a rede de atenção terá como foco tanto as crianças, como as  mulheres , adultos e idosos. “muitas vezes a pessoa, especialmente a mulher, acredita que é responsável de alguma forma por aquela violência sofrida. É preciso que haja uma intervenção correta, com profissionais de várias esferas, a fim de proteger essa mulher, que muitas vezes não procura ajuda porque não se sente merecedora disso”, explica Maura.

 

Com a rede, implantada nacionalmente pelos Tribunais de Justiça, a UPA ficará responsável pela notificação de todos os casos suspeitos de violência, além de fazer o atendimento inicial e fazer o acompanhamento correto do paciente na esfera da saúde. “Com essa articulação, a UPA garante uma via de acesso específica para esses casos, favorecendo que a pessoa volte a sofrer novas agressões”, identifica Maura.

 

Arielce Haine