Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
4/12/19 às 14h34 - Atualizado em 4/12/19 às 14h35

Base reduziu em 90% a ocorrência de pneumonia na UTI Trauma

COMPARTILHAR

O Hospital de Base do Distrito Federal (HBDF) reduziu em 90% a ocorrência da Pneumonia Associada à Ventilação Mecânica (PAV) nos pacientes da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Trauma. Com o indicador, o hospital superou com antecedência de quase um ano a meta do Ministério da Saúde para a UTI Trauma, que previa a redução de apenas 50% do tipo de infecção até 2020.

 

Essa é uma das principais infecções que causam a morte do paciente que precisa de ventilação mecânica, utilizada quando ele é incapaz de manter o ciclo respiratório naturalmente. A infecção também causa o prolongamento do tempo de internação nos ambientes de terapia intensiva, elevando os custos hospitalares. “Muito mais que números, são muitas vidas salvas, tudo isso porque temos uma equipe comprometida na segurança do paciente”, destacou a gerente de atenção multiprofissional que atua no projeto, Ludmilla Figueiredo.

 

Para o presidente do instituto Francisco Araújo “quando se dá capacitação e condições de trabalho necessárias aos profissionais de saúde, conseguimos os resultados almejados em qualquer área. Isso é mais uma prova do trabalho em equipe que é desenvolvido pelo IGESDF com o objetivo de melhorar a assistência ao paciente”.

 

ENTENDA – A UTI Trauma é uma das 119 unidades do Brasil que fazem parte do Programa do Ministério da Saúde – PROADI (Saúde em Nossas Mãos). Todas elas têm como uma das metas diminuir em 50% a ocorrência da infecção até o fim de 2020.

 

 

Texto: Kênia Cibele/IGESDF

Fotos: Davidyson Damasceno/IGESDF