Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
16/05/17 às 18h10 - Atualizado em 30/10/18 às 15h17

Capital dos bancos de leite, Brasília sedia lançamento de campanha nacional

COMPARTILHAR

Objetivo é incentivar as mães a doarem

BRASÍLIA (16/5/17) – Com o título de única unidade da federação autossuficiente em leite humano para bebês internados em UTIs, Brasília sediou o lançamento da campanha nacional Doe Leite Materno, nesta terça-feira (16), no mezanino de Torre de TV. A iniciativa alerta a população, principalmente as mães que estão em processo de aleitamento, para a importância do ato, que beneficia crianças com baixo peso e prematuras e reduz a mortalidade infantil em 13%.

A campanha, que prossegue até 26 de maio no DF, ganhou o slogan “Um pouquinho do que você doa é tudo para quem precisa” e conta com a participação da embaixadora da Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano pelo Ministério da Saúde, a atriz Maria Paula Fidalgo. “Doar leite é como doar amor. Quanto mais você oferece, mais você produz. Minha homenagem é para o governo que investe na ação, aos cientistas que avançam nas tecnologias para pasteurizar o leite, mas, principalmente, às mães que doam generosamente”, disse a atriz.

Suzi Margareth Machado, mãe de Laura Gomes que tem apenas dois meses de vida, conta que começou a doar logo depois que a filha nasceu. “O nascimento da Laura foi na Casa de Partos de São Sebastião e vi que muitas mães não conseguiam amamentar. Para mim, ajudar nesse ato é muito emocionante porque sei que estou salvando vidas”, disse a mãe, que chega a doar dois potes por semana.

Também estavam presentes o ministro da Saúde, Ricardo Barros; o governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg; a esposa do governador, Márcia Rollemberg; o secretário de Saúde, Humberto Fonseca; o representante da Organização Pan-Americana de Saúde/Organização Mundial da Saúde (Opas/OMS) no Brasil, Joaquín Molina, e outras autoridades.

“O Brasil é referência para o mundo em bancos de leite. Brasília é referência nacional para os demais estados. No quesito de aleitamento materno, somos um modelo de importação em tecnologia, processamento, qualidade e metodologia de comunicação e de gestão”, ressaltou o ministro, ao contabilizar 221 bancos de leite e 186 postos de coleta em todo o Brasil, o que coloca o país como a maior e mais complexa rede de bancos de leite humano do mundo.

Segundo o ministro, o Brasil possui cooperação internacional com 24 países para transferir os princípios de baixo custo com alta tecnologia para implantar bancos de leite. Entre eles, estão Angola, Argentina, Bolívia, Belize, Cabo Verde, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Equador, El Salvador, Espanha, Guatemala, Haiti, Honduras, México, Moçambique, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, Portugal, República Dominicana e Venezuela.

INVESTIMENTO – O Distrito Federal possui 15 Bancos de Leite Humano, sendo 12 públicos e três privados. O governador de Brasília anunciou a entrega de 10 novos veículos para reforçar a coleta do alimento em todo o Distrito Federal. “Também vamos licitar as obras para construção de um novo banco de leite em uma área do Hospital Regional de Brazlândia”, disse.

O secretário de Saúde destacou que será lançado um aplicativo denominado Amamenta Brasília para que as mães possam se cadastrar, informar o local e solicitar mais potes para doação. Nesta mesma plataforma, é possível solicitar a retirada do leite, convocando a equipe responsável da sua região.

“No primeiro quadrimestre deste ano, fornecemos leite materno para 3.243 crianças internadas na rede. Contamos com a mobilização das mães, que podem acionar o Corpo de Bombeiros para buscar os potes pelo telefone 160, opção 4”, disse a coordenadora dos Bancos de Leite, Miriam Santos. Embora Brasília seja autossuficiente em leite humano para bebês internados em UTIs, o Brasil consegue suprir apenas cerca de 60% da demanda em outros estados. Por isso, é importante que as mães contribuam.

DOE – Toda mulher que estiver amamentando e quiser ser voluntária pode fazer doações aos bancos de leite. De acordo com a coordenadora da rede, 300ml são suficientes para alimentar até 10 bebês em um único dia. Para saber mais sobre esse assunto, acesse o hotsite Amamenta Brasília.

Confira as fotos aqui.