Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
9/06/21 às 15h12 - Atualizado em 9/06/21 às 16h01

Começam as obras do Hospital Oncológico de Brasília

COMPARTILHAR

Unidade será referência no atendimento oncológico do DF e da região Centro-Oeste

 

JURANA LOPES, DA AGÊNCIA SAÚDE-DF

 

O Distrito Federal ganhará um hospital oncológico que será referência no tratamento contra o câncer em toda a região Centro-Oeste. Nesta quarta-feira (9) foi lançada a pedra fundamental e assinada a ordem de serviço para construção do Hospital Oncológico de Brasília Doutor Jofran Frejat.

 

Espaço fica no Noroeste, próximo ao Hospital da Criança – Foto: Geovana Albuquerque/Agência Saúde-DF

Ao lado do Hospital da Criança, no Setor de Áreas Isoladas Norte (Sain), a unidade é a primeira da especialidade no Distrito Federal e será construída em um terreno de cerca de 40 mil m². O nome da unidade homenageia o ex-deputado federal e ex-secretário de Saúde Jofran Frejat, falecido aos 83 anos, em 2020, vítima de um câncer no pulmão.

 

A assinatura da ordem de serviço ocorreu após uma longa batalha judicial e negociação por parte do Governo do Distrito Federal (GDF) para destravar a obra junto ao governo federal e a Caixa Econômica Federal (CEF). A ação do Executivo garantiu ainda que os recursos para a construção, que estavam praticamente perdidos, retornassem para o DF.

 

O governador Ibaneis Rocha assinou a ordem de serviço – Foto: Geovana Albuquerque/Agência Saúde-DF

“Foram dois anos e meio para destravar essa obra que vinha de muitos anos paralisada. O convênio estava perdido porque a Caixa Econômica não aguentava mais aguardar os projetos, que vinham errados. Tivemos que entrar na Justiça para garantir que esse convênio fosse assinado. Essa obra vai mudar o tratamento do câncer aqui no DF e na nossa região como um todo”, explica o governador Ibaneis Rocha.

 

O investimento para a construção do Hospital Oncológico de Brasília Doutor Jofran Frejat será por um convênio entre a Secretaria de Saúde e o Ministério da Saúde, que já assegurou aproximadamente R$ 112 milhões para obra e que terá contrapartida do Governo do Distrito Federal de R$ 44 milhões.

 

“Esse hospital vem complementar um trabalho que já vem sendo feito na rede pelos Hospital de Base e HRT. Serão 172 leitos com centro cirúrgico e 20 leitos de UTI para os pacientes oncológicos. Aqui terá equipamentos de alta capacidade de resolutividade, principalmente no que tange o diagnóstico para que pacientes possam ser assistidos o mais rápido possível”, destaca o secretário de Saúde, Osnei Okumoto.

 

Lançamento da pedra fundamental – Foto: Geovana Albuquerque/Agência Saúde-DF

 

Estrutura

 

O hospital terá 172 leitos disponíveis, sendo 20 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 152 de internação. A unidade hospitalar contará ainda com consultórios multidisciplinares, alas para tratamento de quimioterapia, radioterapia, medicina nuclear, endoscopia e salas de cirurgia conjugadas, além de exames de imagem como mamografia, ultrassom e raio-X.

 

Haverá pronto atendimento, com dois consultórios, com leitos e duas salas de emergência. Na nova unidade terá também ambulatório com 26 consultórios. Além disso, os pacientes terão à sua disposição nove boxes de fisioterapia. A unidade terá capacidade para realizar até nove mil atendimentos por ano.

 

Homenagem

 

A viúva de Jofran Frejat, Denise Frejat, esteve no evento de lançamento da pedra fundamental do prédio e ficou feliz com a homenagem ao esposo.

 

“Estou muito entusiasmada e diante dessa situação de pandemia, ações representam o que Jofran era. Esse é um ato de bravura e dinamismo. A saúde precisa sempre ser renovada e ampliada. Espero que esse hospital faça jus ao nome do meu marido que era um servidor da saúde e que buscava incansavelmente a excelência no atendimento. Espero que cada um que entre neste hospital saia curado”.