Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
26/12/13 às 17h08 - Atualizado em 30/10/18 às 15h10

Como cuidar do corpo e da pele durante o verão

COMPARTILHAR

Queimadura solar é frequente neste período


O verão é uma das estações em que as pessoas devem ìntensificar os cuidados com a saúde e, principalmente, com a pele. Quem alerta é o especialista em dermatologia, Pedro Zancanaro, coordenador geral de saúde da Candangolândia, Núcleo Bandeirante, Riacho Fundo e Park Way.

“É importante passar protetor solar a cada quatro horas e a cada três horas se estiverem na praia. Além disso, devido ao calor, é importante aumentar a quantidade de água e líquidos ingeridos”, aconselha Zancanaro.

Segundo o especialista, as doenças mais frequentes nesta época do ano são as queimaduras solares, queimaduras por frutas ácidas, como limão, lima e abacaxi, infecções bacterianas da pele (impetigo, erisipela, celulites), infecções fúngicas (pelo excesso de óleo na pele) e os acidentes com animais marinhos, para quem vai à praia.

A fotoproteção (uso de filtros solares) e o hábito de tomar banho ao retornar da praia ou do clube (para retirar excesso de protetor e as impurezas) são cuidados básicos que as pessoas devem ter com a pele.

Para Zancanaro, nos casos de queimadura o importante é hidratar a área, não esfregar a pele e procurar um médico. No caso de infecções, um dermatologista pode diagnosticar e tratar adequadamente as doenças de pele.

Ao entrar na piscina e na praia, algumas orientações devem ser seguidas:
• Antes de nadar, tente descobrir se a piscina está tratada adequadamente com cloro e se a praia está própria para banho. Se não estiverem, evite.
• Não fique torrando sob o sol: não deixe a vaidade estragar sua saúde.
• O horário adequado para quem quiser tomar banho de sol é antes das 10h e depois das 16h.
• Lembre-se de reaplicar o protetor solar sempre que sair da água.
• Não deixe as crianças muito tempo na água, a não ser que elas estejam usando camisetas. Isso vai evitar queimaduras (que, acumulando-se ao longo da vida, podem causar câncer de pele).
• Bebê na praia, só fora dos horários de pico, de preferência quando uma brisa estiver refrescando o ar. Senão, eles podem se queimar, desidratar e ter brotoejas.
• Se for fazer caminhada pela praia, procure andar pela sombra. Caso não seja possível, capriche no protetor solar e proteja rosto e ombros com um chapéu.
• Leve água de casa, para beber e manter-se hidratado, e também para borrifá-la no rosto, aliviando a sensação de calor.
• No vestiário da piscina, atenção: nada de andar descalço ou compartilhar toalhas. Assim você evita conjuntivite e micoses.
• Outro cuidado contra a conjuntivite: evite piscinas lotadas demais.
• Se você tiver alguma dúvida quando à qualidade da água, evite abrir os olhos embaixo d'água ou até mesmo molhá-los.

Por Júlio Duarte, da Agência Saúde DF
Atendimento à imprensa:
(61) 3348-2547/2539 e 9862-9226

Leia também...