Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
6/06/17 às 21h40 - Atualizado em 30/10/18 às 15h17

Contratação de novos servidores permitirá reabertura de 58 leitos de UTI

COMPARTILHAR

Secretaria de Saúde vai receber 578 novos profissionais. Destes, 112 tomaram posse nesta terça-feira (6)

BRASÍLIA (6/6/17) – Na tarde desta terça-feira (6), 112 novos servidores tomaram posse e dentro de cinco dias devem começar a trabalhar na Secretaria de Saúde. Eles somam-se a outros 466 já empossados nos últimos 30 dias, nas mais diversas áreas. Com as contratações, a pasta conseguirá reforçar equipes de Estratégia Saúde da Família e reabrir 58 leitos de UTI.

“Estamos em um momento muito importante para a Secretaria de Saúde, e os senhores farão parte disso. Estamos fazendo a maior reforma sanitária que a secretaria já teve e temos vários projetos em curso. O maior deles é a conversão da nossa atenção primária para 100% Estratégia Saúde da Família”, destacou o secretário de Saúde, Humberto Fonseca.

Dentre as convocações, foram nomeados 24 médicos de família e comunidade, que já entrarão no novo modelo. A médica Hetiene Rezende de Oliveira é uma delas. Com pós-graduação em Estratégia Saúde da Família, ela atua na área há 13 anos. “Já trabalhei em Pirenópolis (GO), Mato Grosso (MT) e Goiânia (GO). Então, acredito que eu tenha muito a somar para a saúde de Brasília”, frisou. Outros 22 médicos de diversas especialidades, como ginecologistas, psiquiatras e ortopedistas também tomaram posse.

Feliz com a posse, a agora técnica de saúde Denise Silva de Souza ainda não sabe onde será lotada, mas já se diz realizada com a nova carreira. “Minha relação com a saúde é antiga. Em 2014, meu irmão adoeceu e foi internado no Hospital de Base. Enquanto eu o acompanhava, aproveitava para estudar e ele sempre me dando força. Ele morreu naquele ano e a fala dele dizendo que eu conseguiria me deu forças para continuar estudando. Por isso, estar aqui hoje tem um grande significado”, contou.

LEITOS – O secretário de Saúde destacou, ainda, que a chegada dos novos técnicos de enfermagem permitirá a reabertura de 58 leitos de UTI. “Um dos grandes motivos pelos quais os leitos são bloqueados é a falta de profissionais. Com a chegada de 195 técnicos de enfermagem, poderemos reabrir leitos”, disse Humberto Fonseca.

Para o governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, a reabertura de leitos é de extrema importância para atender a população como ela precisa. “Hoje temos muitas pessoas já com classificação de risco que não conseguem um leito e isso não pode acontecer”, destacou, lembrando que desde 2015 mais de três mil servidores já foram contratados para a Secretaria de Saúde.

NOVIDADES – Durante a cerimônia de posse, o secretário de Saúde, Humberto Fonseca, destacou os maiores avanços da pasta nos últimos meses, apontando a conversão do modelo de atenção primária como a grande mudança, porém elencando outros projetos desenvolvidos.

“Estamos preparando normativos para organizar o processo de trabalho da emergência e da retaguarda, garantindo que as portas estejam sempre abertas. Conseguimos, na semana passada, fechar a estrutura do complexo regulador da Secretaria de Saúde e teremos todos os serviços da pasta regulados”, disse Fonseca.

Conheça conhecer melhor o projeto de conversão para a Estratégia Saúde da Família. 

Confira as fotos aqui.