Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
23/10/13 às 15h15 - Atualizado em 30/10/18 às 15h08

Curso de Acolhimento para 65 técnicos de enfermagem

COMPARTILHAR

Objetivo é inserir o novo servidor no contexto da SES

Os 65 técnicos de enfermagem que entraram em exercício no último dia 18 participam, nesta quarta-feira (23), do Curso de Acolhimento, no Auditório do edifício sede da Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES/DF). A iniciativa, que teve início na segunda-feira (21), visa inserir o novo servidor no contexto do órgão.

Durante os três dias, foram apresentados temas como Estrutura Organizacional, Direitos e Deveres, Ética no Serviço Público, o Sistema Único de Saúde (SUS), Humanização, Motivação, dentre outros.

Um dos temas desta quarta-feira (23) foi “Canais de Comunicação adotados pela SES/DF”, cujo palestrante foi o chefe da Assessoria de Comunicação, Leonardo Ribbeiro.

Durante a palestra, Leonardo destacou o papel do servidor da SES/DF. “Cabe a vocês serem corresponsáveis pela gestão. Orientá-la com o intuito de otimizar o fluxo de trabalho e fornecer as informações para que o problema seja resolvido”, afirmou.

Gustavo Silva Vinhal, 27 anos, deixou a cidade de Patrocínio/MG para assumir o cargo de técnico de enfermagem na SES/DF. “Como sou natural de outro estado, o Curso de Acolhimento foi bastante proveitoso por conhecer um novo processo de saúde”, comenta. Enfermeiro por formação, Gustavo está lotado na Ala de Tratamento Psiquiátrico da Penitenciária Feminina do Distrito Federal (ATP/PFDF), do Gama, conhecida como Colmeia.

Williany Silva, 28 anos, está lotada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal do Hospital Regional de Ceilândia. “Esse curso foi muito produtivo. Achei interessante por focar na humanização da saúde. Também somos usuários do SUS e é importante, como servidores, levar esse aprendizado para um atendimento mais humano”, disse.

Os 65 técnicos de enfermagem foram nomeados por meio do Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) nº 189, de 11/09/2013, seção 2, página 23.

Patrícia Kavamoto