Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
15/07/15 às 18h31 - Atualizado em 30/10/18 às 15h12

Dezesseis unidades de saúde do DF oferecem acupuntura a pacientes

COMPARTILHAR

Técnica é usada como auxílio em alguns tratamentos e para alívio de dores

BRASÍLIA (15/7/2015) – Usada para alívio de dores e auxílio no tratamento de diversas doenças, a acupuntura tem sido uma opção também para pacientes da rede pública de saúde. No Distrito Federal, a técnica é oferecida em 16 unidades de saúde.

Referência neste tipo de tratamento, o Hospital de Base atende, em média, 500 pacientes por mês, realizando entre oito e dez mil procedimentos. Cinco profissionais atuam diariamente para dar conta da demanda.

Entre as usuárias do serviço está Cíntia de Melo Machado. Ela sente dores lombares e está fazendo exames para descobrir as causas. Enquanto isso, faz acupuntura para aliviar os sintomas. “Relaxa muito e a dor acaba diminuindo. E contar com este atendimento na rede pública de Saúde é ainda melhor”, frisou.

A Unidade de Acupunturiatria do Hospital de Base funciona há sete anos, atuando no tratamento da dor e reabilitação funcional dos pacientes submetidos à mastectomia e àqueles que sofrem de diversos tipos de dores crônicas. Segundo o chefe da unidade, Fernando Cláudio Genschow, o setor ainda atua na recuperação de variadas lesões do sistema musculoesquelético e de uma série de transtornos disfuncionais de várias origens.

O serviço também desenvolve atividades de ensino e pesquisa, com programa de residência médica e também recebendo alunos da graduação de medicina da Escola Superior de Ciências da Saúde (ESCS) em disciplinas eletivas de Acupunturiatria, nos terceiro e quarto anos, e internato eletivo, no sexto ano.

Segundo Fernando Genschow, os planos para 2016 incluem otimizar a qualidade do atendimento ao usuário, adquirindo equipamentos novos de eletroneuroestimulação e emissão de laser para realização de procedimentos acupunturais. Também planeja incrementar a produção científica.

PRÁTICA – A Secretaria de Saúde oferece acupuntura desde 1989. A técnica pode tratar até 41 doenças. Estudos científicos comprovam que ela é eficiente no tratamento de problemas respiratórios, oftalmológicos, distúrbios de cavidade bucal, gastrointestinais, ortopédicos e neurológicos.

Ao todo, 21 especialistas são responsáveis pelo atendimento na rede pública de saúde do DF. Eles estão lotados no Hospital de Base, nos hospitais de Apoio, Paranoá, Guará e Santa Maria, no Centro de Referência de Práticas Integrativas em Saúde (Cerpis) e no Departamento de Saúde Ocupacional (Desoc).

Centros de Saúde do Gama, Guará, Ceilândia, Cruzeiro e Sobradinho, além da Unidade Mista de Taguatinga e as unidades de Atenção Primária do Riacho Fundo e Recanto das Emas também oferecem esse serviço. A estrutura é considerada a melhor do país dentro do Sistema Único de Saúde (SUS).

TÉCNICA– A acupuntura consiste na aplicação de agulhas em pontos específicos do corpo. Estas agulhas são aplicadas pelo acupunturista no local correspondente à situação a ser tratada, no próprio local e/ou no meridiano correspondente à doença a ser tratada.