Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
1/07/20 às 16h16 - Atualizado em 1/07/20 às 16h18

DF receberá 300 mil kits de testes rápidos

COMPARTILHAR

Voltado a pessoas com sintomas da Covid-19, exames serão utilizados na rede pública do DF

 

AGÊNCIA SAÚDE*

 

A partir da próxima segunda-feira (6), 300 mil kits de testes rápidos para detecção de anticorpos IgM de Covid-19 estarão disponíveis à população. Os insumos, doados ao Governo do Distrito Federal (GDF), reforçarão a testagem na rede pública e serão utilizados em pacientes que apresentarem sintomas da doença do oitavo ao décimo quarto dia.

 

A doação anônima, no valor de R$ 8,5 milhões, foi um pedido do governador Ibaneis Rocha, que determinou à Secretaria de Economia que operacionalizasse o processo. O objetivo é ampliar a capacidade de testagem da população local.

 

O teste rápido para a Covid-19 é ofertado nas unidades básicas de saúde – Foto: Geovana Albuquerque/Agência Saúde

 

“Dessa forma, vamos dar prosseguimento ao monitoramento da Covid-19 no DF, garantindo mais segurança à população e as informações necessárias para a tomada de decisões pelo governador”, afirma o secretário de Economia, André Clemente.

 

O secretário de Saúde, Francisco Araújo, agradeceu o esforço e dedicação da Secretaria de Economia para viabilizar a doação dos testes rápidos. “Com mais esses testes, estaremos reforçando a rede pública de saúde e fortalecendo o atendimento à população”, ressaltou.

 

A previsão é que os kits cheguem ao Distrito Federal na sexta-feira (3). Nessa segunda (29), André Clemente e o diretor do Laboratório Central de Saúde Pública do DF (Lacen), Jorge Chamon, foram a Itajaí (SC) receber o material, que está sendo transportado em caminhões refrigerados.

 

Os testes detectam a presença de anticorpos que o organismo humano produz contra a Covid-19 e serão oferecidos pela rede pública nas unidades básicas de saúde (UBS), em hospitais e em unidades de pronto atendimento (UPAs). Os profissionais de saúde fazem a coleta de sangue (soro ou plasma), o que requer ambiente laboratorial para o processamento do exame.

 

UBS – Como a Secretaria de Saúde ampliou a oferta de testes de Covid-19 para todas as UBSs no fim de junho, os postos com sistema drive-thru foram desativados. O teste passou a ser oferecido nas 172 unidades existentes. Todas estão aptas para testagem de pessoas com sintomas.

 

Quem tiver sinais da doença causada pelo novo coronavírus deve procurar a UBS mais perto de casa, onde poderá fazer o teste mais indicado pelos profissionais de saúde, se for o caso. Além dos testes rápidos, as unidades básicas de saúde oferecem testes RT-PCR.

 

Esse tipo é realizado a partir da amostra colhida com o swab (um cotonete) da mucosa do fundo do nariz. Do terceiro dia com sintomas até o sétimo, é indicado fazer o teste do swab. A partir do oitavo dia, poderá feito o teste rápido, porque os anticorpos são mais detectáveis.

 

*Com informações da Secretaria de Economia