Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
30/03/17 às 16h46 - Atualizado em 30/10/18 às 15h17

DF terá nova farmácia de alto custo no Gama

COMPARTILHAR

Reforma do espaço que abrigará terceira unidade já foi iniciada

BRASÍLIA (30/3/17) – O Distrito Federal terá uma nova farmácia de alto custo para atender os pacientes que necessitam de medicamentos para tratar 90 tipos diferentes de condições clínicas. A unidade, que funcionará no Gama em um espaço cedido pela Secretaria de Fazenda, já começou a receber a reforma para iniciar as atividades. A previsão é de que as obras sejam concluídas no segundo semestre deste ano.

O investimento será de R$ 719.637,71 e a capacidade será para atender cinco mil pessoas, inicialmente. A abertura da farmácia atenderá ao programa atual do governo e foi prevista no Plano Plurianual (PPA 2016-2019) e também na Lei Orçamentária Anual (LOA – 2017). Essa será a terceira unidade do DF, sendo que as outras estão localizadas na Asa Sul (estação do metrô da 102 Sul), e em Ceilândia (Praça do Cidadão). Juntas, possuem aproximadamente 30 mil usuários ativos cadastrados.

“A inauguração deste novo serviço no Gama é uma estratégia para a descentralização das Farmácias de Alto Custo, o que possibilitará aumentar a qualidade do atendimento, humanizar e ampliar o acesso à população aos medicamentos alocados no Componente Especializado”, explicou o diretor de Assistência Farmacêutica da Secretaria de Saúde, Emmanuel Carneiro.

O diretor explicou que foram feitas diversas pesquisas nas regiões administrativas para viabilizar imóveis para atender às necessidades de nova farmácias. A reforma no local preconizará a adequação do imóvel aos fluxos pertinentes à Farmácia, a qual necessita de sala reservada para o estoque de medicamentos controlados pela Portaria nº 344/1998, sala de estoque e recebimento de medicamentos comuns, atendimento e dispensação de medicamentos, área de cadastro, área de triagem e espera, sala de atendimento farmacêutico, arquivo, banheiros adaptados para os usuários, entre outros.

ENTENDA – As Farmácias de alto Custos são responsáveis pela distribuição de remédios que fazem parte do grupo Componente Especializado da Assistência Farmacêutica, aprovado por meio da Portaria GM/MS nº 1554, de 30 de julho de 2013. Essa é uma estratégia de acesso a medicamentos no âmbito do Sistema Único de Saúde.

São aproximadamente 200 remédios fornecidos e que envolvem o tratamento de algumas doenças raras, de baixa prevalência ou, em maior parte, de uso crônico prolongado, com destaque para Asma, Doença de Alzheimer, Esclerose Múltipla, Esquizofrenia, Dor Crônica, Dislipidemia, Transplante de órgãos, Glaucoma e Insuficiência Renal Crônica.

Leia também...