Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
30/07/15 às 10h23 - Atualizado em 30/10/18 às 15h12

Distrito Federal celebra Semana Mundial do Aleitamento Materno

COMPARTILHAR

Comemorações começam nesta sexta-feira (31)

BRASÍLIA (29/7/15) – A partir desta sexta-feira (31) até 15 de agosto, a Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES/DF), comemora a Semana Mundial do Aleitamento Materno (SMAM). O foco deste ano é a mulher trabalhadora que amamenta e o slogan é “Amamentação e Trabalho: para dar certo o compromisso é de todos”.

Celebrada em mais de 170 países, de 1º a 7 de agosto, a data foi criada em 1991 pela Aliança Mundial para Ação Aleitamento Materno e será estendida no DF com objetivo de maior divulgação do tema e tentativa de inserção da data no calendário oficial de eventos do DF como o “Agosto Dourado”, já que a amamentação é considerada, pela Organização Mundial da Saúde (OMS), padrão Ouro da alimentação infantil.

“O intuito é chamar a atenção sobre os benefícios e a importância da amamentação e como podemos apoiar as mulheres que trabalham para que mantenham o aleitamento após o retorno as atividades laborais”, reforçou a coordenadora dos Bancos de Leite do Distrito Federal, Miriam Santos.

MAMAÇO – Na programação, uma das grandes atividades previstas é o “Mamaço”, em que várias mães se reunirão para amamentar seus filhos e para chamar a atenção da sociedade de que esse ato é natural.

O primeiro “Mamaço” será neste sábado (1º), na quadra 414 norte, às 15h, e conta com a parceria da Ong Aleitamento Materno Solidário (AMS). Já no dia 6 de agosto, às 17h, a ação ocorrerá em todo o Brasil. Em Brasília, será na Praça dos Três Poderes, em parceria com a Rede Internacional em Defesa do Direito de Amamentar (IBFAN Brasil).

SALAS DE AMAMENTAÇÃO – A coordenadora lembra que as ações em prol do aleitamento materno no Distrito Federal têm buscado implementar as políticas estabelecidas pelo Ministério da Saúde para apoiar a mulher trabalhadora que amamenta. Com isso, a SES oferece consultoria para empresas e instituições públicas e privadas para a implementação da sala de apoio à amamentação, com poltrona e freezer para que as mães possam extrair e armazenar o leite durante o expediente.

São oito salas em funcionamento atualmente. As instituições que aderiram ao projeto e tiveram a ação reconhecida são: Ministério da Saúde, Palácio do Buriti, TJDFT, Anvisa, Unip, Hospital Regional de Santa Maria, CASSI-DF e BRB. Uma nova sala será inaugurada no dia 18 de agosto, na sede do Banco Central (BC).

A partir de 1º de agosto, o BRB lançará uma campanha nas agências bancárias e conveniências, com cartazes para conscientizar a população sobre as vantagens do aleitamento materno.

RECONHECIMENTO – O Ministério da Saúde certificará, por meio da Estratégia Amamenta e Alimenta Brasil, quatro equipes da Estratégia Saúde da Família (ESF) de Samambaia.

Outros cinco títulos já foram conferidos ao Distrito Federal, os centros de Saúde da Vila Planalto, da Candangolândia, número 8 de Taguatinga, além da ESF do Gama (equipe 248 – quadra 18) e ESF do Paranoá (equipe 6 – quadra 18) foram as unidades contempladas.

“O reconhecimento desse trabalho é muito importante para o DF. Somos a unidade da federação com maior número de unidades reconhecidas pelo Ministério da Saúde, pois cumprem todos os critérios do governo federal”, destacou Miriam Santos.

A coordenadora também lembrou que a licença-maternidade concedida pelo Governo de Brasília tem duração de seis meses, desde 2009. Essa política foi implantada para incentivar a amamentação, além de apoiar as mães servidoras.

 

Confira aqui a programação completa

Leia também...