Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
1/02/17 às 14h05 - Atualizado em 30/10/18 às 15h16

Distrito Federal recebe novos profissionais pelo Mais Médicos

COMPARTILHAR

?G?rupo fará cobertura de 60 mil habitantes

BRASÍLIA (1/2/17) – A Secretaria de Saúde do Distrito Federal recebeu, nesta quarta-feira? (1º)?, 16 profissionais ?oriundos do programa do governo federal Mais Médicos. O grupo, formado apenas por brasileiros, atuará em equipes da Estratégia Saúde da Família (ESF) e será responsável pela cobertura de 60 mil habitantes.

Os 16 profissionais serão distribuídos entre as ??regiões de saúde Oeste (7), Sudoeste (4), Sul (2), Norte (2) e Leste (1), que são as que apresentam maior vulnerabilidade e dificuldade de fixar equipes para atender a população.

No total, 23 médicos – que participaram dos editais 18 e 19/2016 – foram designados para atuar na capital federal e os sete que não compareceram devem ser substituídos, em aproximadamente 45 dias. Cada contrato pode ter duração de até três anos.

“Atualmente, os médicos encaminhados pelo programa compõem 40% das equipes Estratégia Saúde da Família, que atuam principalmente em ações preventivas, a partir do perfil da população de cada região”, explicou o diretor de Organização em Saúde, Lucas Bahia, ao citar que os profissionais do Mais Médicos são distribuídos para os locais que tem maior dificuldade no acesso à saúde

Dario Yure Araújo, formado em medicina na Escola Superior de Ciências da Saúde (ESCS), vinculada à Secretaria de Saúde, e morador do Cruzeiro, conta que se interessou por atuar no programa porque conhece a importância da atenção primária.

“A Estratégia Saúde da Família conhece o perfil da população e, por isso, consegue obter melhores resultados, principalmente, em locais em que o acesso à saúde é mais difícil, promovendo um panorama de saúde diferente para esses moradores”, disse.

Outro profissional convocado, Anderson José Fiuza, que veio do Rio de Janeiro, conta que já tem especialização em pediatria. Para ele, participar do programa é uma oportunidade de obter mais conhecimentos na área de saúde da família.

“Atuei como pediatra em prontos?-?socorros do Rio de Janeiro e sei que muitos casos que chegam aos hospitais poderiam ser resolvidos na atenção primária. Para mim, atuar nessa será um desafio, mas também será bom para rever os conhecimento como generalista”, finalizou.

ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA – Atualmente o DF possui 274 equipes ESF, sendo 107 (40%) compostas por profissionais do Mais Médicos. Atualmente, 103 Unidades Básicas de Saúde (UBS) funcionam apenas com equipes da ESF e outras 55 são mistas, ou seja, atuam com ESF e equipes tradicionais.

12