Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
22/06/16 às 19h03 - Atualizado em 30/10/18 às 15h15

Docente da ESCS lança livro sobre pesquisas com novos fármacos

COMPARTILHAR

Em coautoria com outros especialistas, o livro foi lançado na Alemanha

BRASÍLIA (22/6/2016) – A docente do curso de medicina e orientadora do Mestrado Profissional da Escola Superior de Ciências da Saúde (ESCS), Maria Rita Carvalho Garbi Novaes, farmacêutica na Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF) há 29 anos, lançou na Alemanha, o livro: “Research and Development of new drugs in Brazil: The challenge of innovation, globalization and technological dependence” (“Pesquisa e Desenvolvimento de Novos Medicamentos no Brasil: o desafio da inovação, globalização e dependência tecnológica”).

Lançado em maio, pela renomada editora Lambert Academic Publishing, contou com as autorias do biomédico especialista em regulação e vigilância sanitária da Anvisa, Ricardo Eccard da Silva, membro de grupos de trabalho sobre o tema na Universidade de Harvard (Estados Unidos), e da endocrinologista Angélica Amorim Amato, docente na Universidade de Brasília de mestrado e doutorado na Pós-graduação em Ciências da Saúde.

SOBRE O LIVRO – O livro descreve o diagnóstico brasileiro de pesquisas referentes aos testes com novos fármacos em humanos, no período de 2007 a 2012, a partir de dados obtidos na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), além dos ensaios clínicos registrados na Plataforma Internacional da Organização Mundial da Saúde (International Clinical Trials Registry Platform – ICTRP).

A obra científica aborda, entre outros aspectos, a capacidade de inovação estrangeira frente à nacional, a fonte de investimentos, as doenças e populações estudadas, os riscos e benefícios aos participantes da pesquisa. De acordo com os autores, a pesquisa clínica envolve riscos como possíveis violações dos direitos, da segurança e do bem-estar de participantes em países onde estes são vulneráveis, especialmente, quando se trata do acesso a serviços e produtos que não são oferecidos pelo sistema de saúde do país. Para eles, a disponibilidade de acesso a tratamentos inovadores a pacientes com doenças graves sem alternativas terapêuticas no país está entre os benefícios do processo de globalização de ensaios clínicos.

O livro foi lançado durante um congresso na Alemanha. O convite surgiu a partir da repercussão de artigos relacionados ao tema, publicado pelos organizadores, em revistas de alto impacto no meio científico e foram referenciados por outros trabalhos e autores. A expectativa agora é fazer em Brasília o lançamento da versão em português..

A obra (ISBN: 978-3-659-88027-8.) está disponível para aquisição neste link.