Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
25/05/16 às 20h25 - Atualizado em 30/10/18 às 15h15

ESCS coordena o Provab no DF pela quarta vez

COMPARTILHAR

 Programa Federal quer estimular a formação do médico da família

BRASÍLIA 25/05/16 – O Ministério da Saúde (MS) divulgou neste mês a lista das 56 instituições nacionais públicas ou privadas sem fins lucrativos que possuam programa de residência em medicina de família e comunidade para a coordenação do Programa de Valorização do Profissional de Atenção Básica – PROVAB. A Escola Superior de Ciências da Saúde (ESCS), da Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF), foi escolhida pelo quarto ano consecutivo para responder pelo Programa, no Distrito Federal.

Segundo a coordenadora do curso de graduação de medicina da ESCS, Marize Biazotto, também responsável pela coordenação do PROVAB no DF, a participação da ESCS, juntamente com a SES, traz vários benefícios à comunidade. “A ESCS apoia as ações da Secretaria de Saúde, que executa o atendimento na atenção primária. A Escola é responsável pela coordenação pedagógica do Programa e, também, responde pela orientação das reuniões mensais para o acompanhamento das atividades com os participantes do PROVAB no DF”, aponta.

SELEÇÃO – Nesses quatro anos, 85 médicos participaram do Programa no DF, a maioria é recém-formada. De acordo com a coordenadora, 40% desses médicos são egressos da ESCS. “A Escola, além de preparar os futuros profissionais da saúde, incentiva os formados a atuarem no Sistema Único de Saúde”, declara Marize. A seleção dos médicos é feita por meio de pontuação, critérios definidos pelo MS. Quem conclui o Programa obtém 10% a mais na nota final para o processo seletivo da residência médica dos programas de acesso direto, sem pré-requisitos.

O objetivo do Programa Federal é estimular a formação do médico para a real necessidade da população brasileira e levar esse profissional para localidades com maior carência para o serviço de Saúde.