Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
11/07/13 às 15h59 - Atualizado em 30/10/18 às 15h06

Especialistas debatem o Plano de Enfrentamento ao Crack e outras Drogas

COMPARTILHAR

Centro de Referência Regional em Álcool e Drogas encerra cursos do semestre com mesa redonda

 

O Centro de Referência Regional em Álcool e Drogas da Escola Superior de Ciências da Saúde (CRR/ESCS) promoveu mesa redonda, na quarta-feira (10), como atividade de encerramento dos cursos que integram o “Plano de Enfrentamento ao Crack e outras Drogas”. O evento da entidade, mantida pela Fundação de Ensino e Pesquisas em Ciências da Saúde (FEPECS), contou com a participação de representantes de órgãos federais e estaduais.

A coordenadora do CRR da ESCS, Maria de Fátima Gondim, destacou as parcerias com órgão federais como a Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas do Ministério da Justiça (SENAD) e a Coordenação Nacional de Saúde Mental do Ministério da Saúde, além do apoio da organização Pan-Americana de Saúde e dos órgãos do Distrito Federal. “Um dos objetivos do CRR é fortalecer a construção de redes, e para isto temos que estar bem articulados com a SENAD e com a DISAM/SES e com outros órgãos que compõe a intersetorialidade. A esperança é trabalhar com a capacitação permanente e aumentar as horas de cursos e da formação profissional”, declarou.

A representante da SENAD, Cejane Passos, afirmou que os profissionais formados no curso tinham um papel fundamental para contribuir na mudança para um melhor serviço à comunidade. “São os usuários e os trabalhadores de ponta que podem nos mostrar o que é necessário mudar na prática para a melhoria do serviço e no atendimento ao paciente. Eles são quem apresentam criatividade para as melhores soluções”, destacou.

“Vocês que estão finalizando este curso têm que ter em mente que não podemos ter preconceito e prepotência no atendimento, e a partilha do conhecimento com os colegas é de extrema importância. A eficácia do serviço está na análise do conjunto, é preciso conhecer o contexto dos pacientes, e não apenas o problema específico da doença”, ressaltou Roberto Tikanoy, coordenador Nacional de Saúde Mental do MS.

Cursos

Os profissionais, entre médicos, enfermeiros e de outras áreas da saúde, debateram com as autoridades os trabalhos desenvolvidos nos cursos de capacitação realizados pelo CRR/ESCS – Extensão em Atenção Integral aos Usuários de Crack e outras Drogas para Profissionais de Hospitais Gerais e UPAs. Foram 52 profissionais oriundos dos serviços hospitalares da SES/DF e dos municípios que compõem a Região Integrada de Desenvolvimento do DF (RIDE): Formosa, Valparaíso de Goiás e Luziânia que fizeram parte do curso.

O CRR também promove o Curso de Aperfeiçoamento em Crack e Outras Drogas para Profissionais Médicos na Atenção Básica atuantes na Estratégia de Saúde da Família – PSF e no Núcleo de Assistência à Saúde da Família – NASF, com 28 participantes.  A previsão para outubro é a realização Curso de Extensão em Gerenciamento de Casos e Reinserção Social de Usuários de Crack e outras Drogas para Profissionais das Redes do Sistema Único de Saúde (SUS) e Sistema Único de Assistência Social (SUAS).