Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
19/07/16 às 17h45 - Atualizado em 30/10/18 às 15h15

Hemodiálise de Taguatinga adota terceiro turno

COMPARTILHAR

Capacidade de atendimento saltará de 70 para 98 pacientes por mês

BRASÍLIA (19/7/16) – A Unidade de Nefrologia do Hospital de Taguatinga (HRT) passou a adotar o terceiro turno em hemodiálise nesta semana. A medida permitirá que a capacidade de atendimento passe de 70 pacientes mensais para 98. Haverá plantão noturno, das 19h às 7h, as segundas, quartas e sextas-feiras. A ampliação foi possível após o redimensionamento de recursos humanos na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Samambaia, além do treinamento promovido para os servidores.

O diretor da unidade, o médico Edmon Fernando de Melo Araújo, explica que o setor já havia conseguido ampliar o atendimento ambulatorial, que subiu de 500 consultas por mês, em 2015, para 700 neste ano. Com o aumento da capacidade, a expectativa é de que parte da demanda excedente seja suprida, principalmente, relacionada à região Oeste (Ceilândia e Brazlândia).

ENTRUTURA– Atualmente, o setor de hemodiálise do hospital conta com 21 máquinas em funcionamento. A unidade é referência nesse tipo de procedimento e abriga praticamente a metade da demanda do Distrito Federal e Entorno.

Para o nefrologista Sávio Ananias Agresta, a prevenção é a melhor opção para não desenvolver a doença renal. “Evitar adoecer é o melhor caminho”, apontou o médico. Segundo ele, manter o controle sobre esses problemas de saúde que induzem à falência renal pode garantir uma vida normal. Hábitos saudáveis de vida podem evitar o surgimento da doença, especialmente, por causa de diabetes e hipertensão.