Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
23/05/13 às 19h32 - Atualizado em 30/10/18 às 15h05

HMIB amplia capacidade de internação

COMPARTILHAR

Ocupação de leitos aumentou 84% em dois anos


A capacidade de internação do Hospital Materno Infantil de Brasília (HMIB) foi ampliada graças à implementação da gestão de leitos, para atender a demanda de 1.716 pacientes por mês.

O monitoramento dos 330 leitos disponíveis no hospital é feito por duas servidoras, por meio de sistema informatizado, relatórios diários e visitas aos setores do hospital onde foram internados 6.863 pacientes, nos primeiros quatro meses de 2013.

“A gestão de leitos é importante porque otimiza a utilização dos leitos disponíveis em sua capacidade máxima, visando à diminuição do tempo de espera para internação”, relata a gestora, enfermeira Roselane Cristina Passos.

Segundo o diretor do HMIB, João Rocha Vilela, os indicadores apontam uma melhora global em relação ao aproveitamento dos leitos no hospital. “Passamos de uma taxa de ocupação de 70% em 2011, para 84%. O resultado foi excelente com um aumento de 2.993 internações anuais em relação a 2011”, explica o diretor.

Outros indicadores mostram resultados positivos do trabalho da equipe de gestão de leitos. Segundo Roselane, houve redução do tempo de permanência e do intervalo de substituição do leito e consequente aumento no número de vezes de utilização do leito. “Em 2011 cada leito era ocupado 61 vezes e agora conseguimos utilizá-lo 71 vezes anualmente”, explica a enfermeira.

De acordo com a equipe, o controle garante uma gestão mais efetiva. “Estamos satisfeitos. Não existe gestão sem controle e monitoramento, por isso trabalhamos visando alcançar as metas e melhorar os indicadores”, conclui Roselane Cristina.

Segundo a Coordenadora Geral de Saúde da Asa Sul, Roselle Bugarin Steenhouwer, a gestão de leito demonstra ser uma ferramenta poderosa de gestão, que vai para além de melhorar indicadores porque fortalece a mudança cultural na assistência à saúde focando a necessidade do paciente e o trabalho de equipe para garantir o acesso de quem precisa do leito hospitalar.

Ana Luiza Greca

Leia também...