Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
15/08/13 às 19h33 - Atualizado em 30/10/18 às 15h06

HMIB inaugura ambulatório para crianças com dificuldade de se alimentar

COMPARTILHAR

Acompanhamento especializado para pacientes gastrotomizados

O Hospital Materno Infantil de Brasília (HMIB) inicia nesta sexta-feira (16), atendimento ambulatorial de enfermagem para crianças que são incapazes de mastigar, sugar ou engolir alimentos e necessitam de acompanhamento especializado.

Segundo o médico e coordenador da Cirurgia Pediátrica da Secretaria de Saúde do Distrito Federal, Acimar Gonçalves da Cunha Júnior, o procedimento cirúrgico cria um orifício artificial na altura do estômago que faz uma ligação direta do meio externo com o meio interno do paciente. A cirurgia é realizada em pacientes que perderam, temporária ou definitivamente, a capacidade de deglutir os alimentos, tanto em consequência de lesões cerebrais graves ou transtornos do trato gastrointestinal superior.

“Criamos o ambulatório porque essas crianças exigem cuidados específicos como a avaliação quanto o vazamento em torna da sonda, a troca do dispositivo, a orientação à família quanto à higienização e alimentação da criança. Além disso, a família não sabia direito quem procurar. Agora organizamos o fluxo e colocamos o HMIB como centro de referência da rede de saúde do DF para atender essas crianças”, relata Acimar.

Os pacientes deverão apresentar o encaminhamento dos centros de saúde ou hospitais regionais do DF para marcar as consultas no HMIB. O atendimento será realizado todas as sextas-feiras, das 14h às 18h, pelo enfermeiro Maurício da Costa Baptista, especializado em gastrostomia e em casos mais graves, a criança também contará com suporte médico. “Pacientes de todo o DF e entorno podem ser inseridos nas consultas. Essas crianças precisam de um acompanhamento de três em três meses para trocar a sonda e avaliação do orifício artificial externo”, relata o enfermeiro.

Saiba mais:
Para mais informações e marcação de consulta entre em contato pelo telefone 3445-7704 ou 3445-7642.

Ludmila Mendonça e Ana Luiza Greca