Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
20/01/20 às 11h10 - Atualizado em 20/01/20 às 11h39

Hospital da Região Leste conclui pintura de vários setores

COMPARTILHAR

Unidade não passava por esse tipo de revitalização há 17 anos

 

Os usuários do Hospital da Região Leste (HRL, antigo Hospital do Paranoá) já perceberam as melhorias na aparência de vários setores da unidade. Agora, locais como Pronto-socorro, Centro Obstétrico, fachada externa, áreas operacionais, corredores e salas de emergência estão de cara nova após a conclusão da pintura, realizada por meio do contrato de manutenção predial.

 

Em 17 anos de existência, o hospital nunca tinha passado por uma pintura completa. Quem agradece são os usuários do HRL, como o marceneiro Anderson Santana, 25 anos. Ele esperava a esposa que estava em consulta, em frente ao centro obstétrico, com os dois filhos. Morador do Paranoá, logo notou a revitalização trazida pela pintura.

 

“Antes, parecia que aqui estava abandonado. Agora, o ambiente ficou muito melhor, parecendo novo. É outro visual, que traz um conforto maior para quem está usando. Ficou muito bom”, elogiou Anderson.

 

Para a superintendente da Região de Saúde Leste, Raquel Bevilaqua, a pintura e a revitalização do hospital foram, principalmente, uma questão de saúde pública. “Apesar ter sido inaugurado em 2002 e ser relativamente novo, o HRL tinha infiltrações e áreas com mofo e rachaduras. Era uma necessidade corrigir isso e agora foi feito. Conseguimos atender todas as áreas assistenciais, da Sala Vermelha ao Centro Cirúrgico”, detalhou.

 

MELHORIAS – O hospital recebeu ainda a revisão completa do telhado, com impermeabilização das calhas para evitar vazamentos, e a renovação das redes elétrica e hidráulica de locais como Pronto-socorro e centros obstétrico e cirúrgico. Este último recebeu também uma nova pintura na recepção em tom azulado, melhorando o ambiente para os usuários.

 

Além disso, a Emergência ganhou um balcão de acolhimento, conferindo maior agilidade no encaminhamento dos pacientes para a Sala de Classificação de Risco. Outro local igualmente beneficiado foi o heliponto do hospital, que recebeu nova pintura e sinalização.

 

MANUTENÇÃO PREDIAL – O contrato de manutenção predial beneficiou toda a rede pública de saúde. As melhorias em toda a Região de Saúde Leste receberam um investimento de R$ 2,8 milhões.

 

As unidades básicas de saúde (UBS), por exemplo, passaram por adequações para abrir novos espaços de acolhimento, além de receber serviços de manutenção nas instalações elétricas e hidráulicas, esquadrias, pintura e impermeabilização de telhados.

 

Leandro Cipriano, da Agência Saúde

Fotos: Breno Esaki/Saúde-DF