Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
18/01/17 às 15h20 - Atualizado em 30/10/18 às 15h16

Hospital do DF é o segundo no país em transplantes cardíacos

COMPARTILHAR

ICDF realizou 43 procedimentos em 2016

BRASÍLIA (18/1/17) – O Instituto de Cardiologia do Distrito Federal (ICDF) ficou em segundo lugar no ranking de hospitais do Brasil que mais realizaram transplantes cardíacos em 2016. A instituição realizou 43 procedimentos, apenas um a menos que o Hospital de São Paulo, que foi líder com 44 operações. Os dados são da Associação Brasileira de Transplantes (ABTO).

O resultado consolida o ICDF como instituição de referência em transplantes. Nos últimos quatro anos, o hospital contribuiu para que o DF fosse líder nacional em transplantes cardíacos realizados por milhão de habilitantes. O DF destaca-se ainda por ocupar o primeiro lugar no número de procedimentos envolvendo córnea, fígado, e medula óssea. Também está em quarto lugar o transplante de rim (todos no volume de procedimentos/ por milhão de habitantes).

EXPANSÃO – O programa de transplantes no DF cresceu muito com a transformação do ICDF numa Unidade Multitransplantadora. Em 2016, foram mais de 800 pacientes transplantados. Atualmente, a instituição realiza operações que envolvem coração, fígado, rim, córnea e transplante de medula óssea (TMO) e bateu recorde em todos os tipos de transplantes, se comparado ao ano anterior (conforme gráfico abaixo).

 

TIPO DE TRANSPANTE

2015

2016

SÉRIE HISTÓRICA

CORAÇÃO

30

43

163

FIGADO

22

74

259

RIM

35

55

140

CORNEA

35

54

126

TMO AUTOLOGO

40

54

130

TMO HALOGÊNICO AP

9

19

29

TMO HALOGÊNICO NÃO AP

4

8

12

TMO TOTAL

53

81

171

TOTAL GERAL

210

307

861

 

* SÉRIE HISTÓRICA: Transplantes realizados desde 2009, a partir da habilitação de cada tipo de procedimento.

 

Em 2016, o ICDF realizou o primeiro transplante de medula óssea pediátrico e haploidêntico do DF (transplante com compatibilidade entre o doador e o receptor é de 50% ou um pouco mais).

CAMPANHA – No DF aproximadamente 339 pessoas aguardam na fila por um órgão compatível para transplante, o que pode ser considerado pequeno, se comparado a outros estados. Para diminuir a fila, o ICDF, Ministério da Saúde e Secretária de Saúde do DF realizam ações de conscientização e sensibilização sobre a doação de órgãos, bem como continuam trabalhando para ampliar o programa de transplantes.

SERVIÇO: Os pacientes com indicação de transplante de Coração, fígado, Rim, Córnea e Medula Óssea (seja alogênico ou autólogo) que tem interesse em ser acompanhado pela equipe do ICDF, ou buscam mais informações sobre o Programa de Transplantes do Instituto, devem agendar uma consulta através do telefone (61) 0800-644-1044 das 8h às 17h ou do correio eletrônico para transplanteicdf@icdf.org.br.