Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
9/05/21 às 12h57 - Atualizado em 9/05/21 às 13h02

HRC presta homenagem às mães do hospital

COMPARTILHAR


Maternidade recebeu a visita de músicos, serenata, rosas e presentes

 

GUILHERME PEREIRA, DA AGÊNCIA SAÚDE

 

Para comemorar o dia das mães, as equipes do serviço social e de enfermagem do Hospital Regional de Ceilândia (HRC) organizaram, na última sexta-feira (7), uma bela homenagem às mães internadas na maternidade. Ao som de violino, músicos voluntários do projeto Amor a Mais visitaram algumas alas da unidade levando, além da homenagem, um momento de calma e esperança para as mães internadas no local.

 

Para se evitar um possível contágio por Covid-19, a ação ficou restrita às áreas de enfermaria do hospital. Após a visita, rosas foram distribuídas como lembrança do momento de homenagem. A equipe ainda sorteou 12 enxovais infantis, que foram doados ao hospital.

HRC presta homenagem às mães do hospital – Foto: Divulgação

 

“É muito gratificante observar em cada olhar, cada gesto das nossas mamães a alegria, a serenidade ao ouvir as músicas ao som de violinos. Isso integra toda politica de humanização que preconizamos. Momento sublime, o nascimento, a concretização da maternidade. O amor e a amorosidade sendo sentidos por mães, filhos, gestores e trabalhadores”, afirma a superintendente da Região de Saúde Oeste, Lucilene Florêncio.

 

Ao final do momento, as equipes multiprofissionais da unidade – inclusive as mães – também foram homenageadas pelos músicos, que emocionaram com lindas canções. “Nesse momento de pandemia esses momentos de música, de homenagem, eles reconfortam a pessoa, eles acalmam. É um momento especial, tanto o momento de receber ao mundo uma criança e também ser homenageada neste momento”, afirma Valéria Mendonça, assistente social do HRC.

 

HRC presta homenagem às mães do hospital – Foto: Divulgação

 

Danúbia Deazera é uma das coordenadoras do projeto social voluntário Amor a Mais, que na ação, foram os responsáveis pelas músicas. Seguindo as recomendações sanitárias, todos estavam devidamente paramentados durante a visita. “É maravilhoso poder retribuir para a sociedade tudo que gente recebe do universo. Perceber que aquelas mães que estão ali internadas, algumas já há bastante tempo, e poder devolver esse afeto para elas é muito gratificante. É algo que fazemos questão, a gente doa amor, mas, na verdade, é a gente que está recebendo de volta”, afirma Deazera.